Levantou poeira. E só

Demolio do estdio Man Garrincha, em Braslia, no consegue colocar as arquibancadas no cho. Ningum explica os motivos da falha

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Cassius Oliveira_247 - O estádio Mané Garrincha, cotado para a abertura da Copa do Mundo de 2014, iniciou o processo de demolição da arquibancada no domingo 15. Mas a primeira tentativa não deu certo. Por volta das 15h30, horário marcado para as explosões, a poeira apareceu mas a arquibancada ficou intacta. Segundo o governo do Distrito Federal, a arquibancada mede 27m de altura e pesa 11.000 toneladas. Foram usados cerca de 250 quilos de explosivos na tentativa de demolição. Ainda não há justificativas para a falha.

Por exigência da Fifa no final do ano passado, a demolição da arquibancada atual dará lugar a uma outra, com inclinação menor. O gerente de operações da empresa responsável pela obra, Dagoberto Ornellas, disse que havia três linhas de fogo na estrutura e que apenas uma delas detonou na primeira tentativa. "Nossa expectativa era que a sequência de três linhas (de explosão) fossem mais próximas e houvesse uma fragilização na estabilidade das arquibancadas", justificou. A segunda linha de explosivos foi detonada aproximadamente uma hora depois da primeira, também sem que a estrutura fosse para o chão. Após as duas tentativas frustradas de demolir a arquibancada do estádio Mané Garrincha, o consórcio responsável pela obra e o governo do Distrito Federal decidiram adiar a nova tentativa.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email