Lídice: crise teve origem com impeachment de Dilma

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) defendeu a construção um espaço de diálogo com toda a sociedade brasileira e trabalhar para que ocorram eleições diretas para Presidente da República; para Lídice, esta crise teve origem no processo de impeachment de Dilma Rousseff; "Naquele período já falávamos que o impedimento traria graves consequências para a Nação brasileira, porque se estava quebrando um princípio constitucional", disse; "E o que estamos vendo agora é o Brasil envolto numa crise sem precedentes na história política do Pais, iniciada naquele processo de impedimento"; governo Temer está caindo ao pedaços; sem apoio popular e perdendo apoio da base, ele também será investigado por crimes como tentativa de obstrução à Operação Lava Jato

Lídice da Mata
Lídice da Mata (Foto: Leonardo Lucena)

Bahia 247 - A senadora Lidice da Mata (PSB-BÁ) defendeu a construção um espaço de diálogo com toda a sociedade brasileira e trabalhar para que ocorram eleições diretas para Presidente da República. "Este é o único caminho para reorganizar a Nação e buscarmos um futuro grandioso que o povo brasileiro merece", disse. De acordo com a parlamentar, Michel Temer "perdeu apoio" e as suspeitas recaem sobre sua honestidade,  seriedade e espírito republicano ".
 
Para Lídice, esta crise teve origem no processo de impeachment da Presidenta Dilma. "Naquele período já falávamos que o impedimento traria graves consequências para a Nação brasileira, porque se estava quebrando um princípio constitucional. Vivemos àquela época uma pressão imensa dos que desejavam tirar a Presidenta Dilma do governo para caracterizar sua saída por crime de responsabilidade por pedaladas fiscais. E o que estamos vendo agora é o Brasil envolto numa crise sem precedentes na história política do Pais, iniciada naquele processo de impedimento".
 
Eleições diretas já- Embora haja a possibilidade de renúncia de Temer, Lidice não acredita que isso possa ocorrer. "Temos ainda o caminho do impedimento, que é longo, mas eu acredito que o ideal neste momento é reconstruir a democracia, o que passa por consolidar a ideia de chamar imediatamente eleições diretas para Presidente, com escolha pelo povo nas urnas ", defende a senadora. 
 
Lídice chama a atenção que, no entanto,  é preciso calma, pois o momento é grave. "Temos que ter serenidade para mobilizar a sociedade e convocar  a população para se manifestar de forma firme e pacífica, para impedir que as reformas propostas pelo governo Temer continuem no Congresso Nacional. Só assim poderemos retomar a pauta do desenvolvimento".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247