Lídice: 'Governo quer jogar a Previdência no colo do trabalhador'

A senadora baiana Lídice da Mata (PSB) alerta que a reforma da Previdência proposta por Michel Temer prejudicará os trabalhadores, afetando direitos já assegurados, especialmente os das mulheres; Lídice afirma que o governo tenta "colocar no colo do trabalhador toda a responsabilidade pela manutenção da Previdência, impondo-lhe um ritmo de trabalho impossível de ser alcançado em um período de mais de 40 anos de contribuição"; "A exploração da mão de obra do trabalhador não é o ideal eleito pelo povo brasileiro na Constituição de 1988", diz a senadora

lidice da mata
lidice da mata (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - A senadora baiana Lídice da Mata (PSB) alerta que a reforma da Previdência proposta por Michel Temer prejudicará os trabalhadores, afetando direitos já assegurados, especialmente os das mulheres. 

Lídice afirma que o governo tenta "colocar no colo do trabalhador toda a responsabilidade pela manutenção da Previdência, impondo-lhe um ritmo de trabalho impossível de ser alcançado em um período de mais de 40 anos de contribuição". "A exploração da mão de obra do trabalhador não é o ideal eleito pelo povo brasileiro na Constituição de 1988", diz a senadora.

Ela lembra que a Constituição de 1988 assegurou aos cidadãos o direito de viver com dignidade ao chegar ao fim da vida. "Os trabalhadores têm o direito de chegar ao fim da vida em condições dignas". A parlamentar ressalta ainda que os trabalhadores mais atingidos pela reforma previdenciária serão os que ganham salário mínimo e terão sua aposentadoria calculada com base nesse piso.

"O trabalhador vai sofrer muito com uma contribuição de quase 50 anos, praticamente impossível para um trabalhador autônomo e, especialmente para mulheres e trabalhadoras rurais submetidas a jornadas triplas, que não são remuneradas", diz Lídice.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247