Lula define cidades que visitará no Piauí

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva vai fazer visitas a cidades do Nordeste a partir do final deste mês de agosto;. desde julho, Lula já havia confirmado a vinda ao Piauí, porém o cronograma só foi fechado nesta segunda-feira (31); o presidente do PT no Piauí, deputado Assis Carvalho, divulgou que o ex-presidente estará no Piauí entre os dias 1º e 3 de setembro, e visitaria as cidades de Marcolândia, onde estará dia 1º de setembro; Picos, onde vai estar no dia 02; e terminará em Teresina, no dia 03

lula
lula (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247, com Piauí Hoje - O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva vai fazer visitas a cidades do Nordeste a partir do final deste mês de agosto. Desde julho, Lula já havia confirmado a vinda ao Piauí, porém o cronograma só foi fechado nesta segunda-feira (31).

O presidente do PT no Piauí, deputado Assis Carvalho, divulgou que o ex-presidente estará no Piauí entre os dias 1º e 3 de setembro, e visitaria as cidades de Marcolândia, onde estará dia 1º de setembro; Picos, onde vai estar no dia 02; e terminará em Teresina, no dia 03.

O deputado disse ainda que o ex-presidente pretende fazer caravanas para outras regiões do Brasil. "Os eventos no Piauí fazem parte do roteiro de uma caravana que vai percorrer o Nordeste durante 21 dias, começando pela Bahia, no dia 17 de agosto, e terminando no Maranhão. Já estão sendo programadas caravanas para o Sul, Sudeste e Norte", disse o deputado em nota divulgada em rede social.

Agenda

01/09

Manhã – Evento em Marcolândia

Pernoite em Picos

02/09

Manhã – Atividade em Picos

Pernoite em Teresina

03/09

Manhã – Evento em Teresina

Mobilização

A ida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Nordeste é parte de um movimento do petista e do seu partido para denunciar os males que o golpe contra Dilma Rousseff tem causado ao País no âmbito socioeconômico, com perda de investimentos e reformas trabalhista e previdenciária, e no âmbito político, com Michel Temer sendo o primeiro presidente denunciado por corrupção na história do País e gastar recursos bilionários para emendas parlamentares para evitar que a Câmara autorize o Supremo Tribunal Federal a julgar o peemedebista. Vale ressaltar que tanto o Ministério Público do Distrito Federal como a auditoria do Senado inocentaram Dilma, em 2016.

Em sua mobilização, o ex-presidente também deve denunciar a perseguição judicial que vem sofrendo, principalmente após a condenação a 9 anos e 6 meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro no caso do tripléx do Guarujá (SP). A decisão do magistrado recebeu repúdio da Frente Brasil Juristas pela Democracia. Inclusive, no ano passado, quando o Ministério Público Federal (MPF) denunciou Lula, um dos procuradores, Henrique Pozzobon, admitiu não existir "prova cabal" de que o petista é "proprietário no papel" do tripléx. Petista foi acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões em benefício próprio da empreiteira OAS, entre 2006 e 2012, através do apartamento.

O ex-presidente lidera as intenções de voto em todas as pesquisas eleitorais, que apontaram, ainda, a preferência da maioria da população por eleição direta, a reprovação pelas reformas de Temer, e a rejeição ao peemedebista sendo a maior desde a redemocratização.

 

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247