Lula desmontou argumentos do MPF e calou Moro, diz Humberto

Líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que Lula conseguiu desmontar os argumentos utilizados pelo Ministério Público Federal no processo oferecido à Justiça sobre a compra de um terreno para o instituto Lula e um apartamento; "Sabemos que o magistrado[juiz federal Sérgio Moro] não foi imparcial ao condená-lo no caso do tríplex do Guarujá naquela primeira oportunidade, mesmo diante de todas as evidências que apontavam que ele não era e nunca foi proprietário do imóvel. Agora, Moro tem mais uma chance para mostrar que pode ser imparcial ao julgar o ex-presidente", disse

Líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que Lula conseguiu desmontar os argumentos utilizados pelo Ministério Público Federal no processo oferecido à Justiça sobre a compra de um terreno para o instituto Lula e um apartamento; "Sabemos que o magistrado[juiz federal Sérgio Moro] não foi imparcial ao condená-lo no caso do tríplex do Guarujá naquela primeira oportunidade, mesmo diante de todas as evidências que apontavam que ele não era e nunca foi proprietário do imóvel. Agora, Moro tem mais uma chance para mostrar que pode ser imparcial ao julgar o ex-presidente", disse
Líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que Lula conseguiu desmontar os argumentos utilizados pelo Ministério Público Federal no processo oferecido à Justiça sobre a compra de um terreno para o instituto Lula e um apartamento; "Sabemos que o magistrado[juiz federal Sérgio Moro] não foi imparcial ao condená-lo no caso do tríplex do Guarujá naquela primeira oportunidade, mesmo diante de todas as evidências que apontavam que ele não era e nunca foi proprietário do imóvel. Agora, Moro tem mais uma chance para mostrar que pode ser imparcial ao julgar o ex-presidente", disse (Foto: Paulo Emílio)

247 - Em Curitiba para prestar apoio ao ex-presidente Lula por conta de seu depoimento ao juiz Sérgio Moro, o líder da oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), afirmou que Lula, mais uma vez, foi muito enfático, seguro e conseguiu desmontar todos os argumentos utilizados pelo Ministério Público Federal no processo oferecido à Justiça que investiga a compra de um terreno para o instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo (SP). 

"Sabemos que o magistrado não foi imparcial ao condená-lo no caso do tríplex do Guarujá naquela primeira oportunidade, mesmo diante de todas as evidências que apontavam que ele não era e nunca foi proprietário do imóvel. Agora, Moro tem mais uma chance para mostrar que pode ser imparcial ao julgar o ex-presidente", comentou o senador.

"Temos convicção de que, se julgado com isenção, Lula será inocentado e será nosso candidato e futuro Presidente da República. Sabemos que ele foi o maior presidente que este país já teve e, diante do caos econômico, social e político que vivemos por responsabilidade de Michel Temer, que chegou onde está com a ajuda de Moro e dos procuradores, Lula é a melhor solução. Uma disputa eleitoral sem ele seria um golpe ao Estado Democrático de Direito", avalia Humberto.

O depoimento de Lula a Moro durou pouco mais de duas horas nesta quarta-feira, tempo inferior ao gasto na sua primeira ida a Curitiba, quando o testemunho passou de cinco horas.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247