'Mais Médicos' levará 107 profissionais ao RS

Com o objetivo de aumentar o contingente de médicos nas áreas carentes do Brasil, o Programa Mais Médicos, do Governo Federal, levará para 626 municípios brasileiros1.753 profissionais deste ramo, dos107 vagas atuarão no Rio Grande do Sul, onde 35 das 346 cidades foram contempladas

'Mais Médicos' levará 107 profissionais ao RS
'Mais Médicos' levará 107 profissionais ao RS
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

RS247 – Com o objetivo de aumentar o contingente de médicos nas áreas carentes do Brasil, o Programa Mais Médicos, do Governo Federal, levará para 626 município brasileiros 1.753 profissionais deste ramo,  dos quais 107 atuarão no Rio Grande do Sul, onde 35 das 346 cidades forma contempladas. Em nível nacional, a pasta divulgou, ainda, que 51,3% das ocupações serão destinadas a municípios de maior vulnerabilidade social do interior, ao passo que 48,6% nas áreas periféricas das capitais e das regiões metropolitanas. Os dados são referentes à primeira etapa do processo seletivo do programa.

No Rio Grande do Sul, 25 dos 107 médicos atuarão na capital, Porto Alegre. O município de Bagé receberá dez profissionais, Pelotas (nove) e Canoas (cinco). Na divisão por região, o Nordeste será contemplada com 619 médicos para atender a 300 cidades e um Distrito Sanitário Indígena (Dsei). Em segundo lugar vem o Sudeste, com 460 médicos distribuídos em 122 cidades. Na terceira posição está o Sul, com 244 profissionais em 90 localidades. Em quarto figura a Região Norte, que receberá 250 médicos em 74 cidades e 17 Dsei. Por fim, vem o Centro-Oeste, com 180 profissionais em 40 municípios e cinco Dsei.

Os médicos com registro brasileiro selecionados têm até às 16h do próximo dia 3 para homologar a inscrição. Segundo informações do Correio do Povo, 2.379 médicos com diploma brasileiro puderam escolher as cidades em que preferem trabalhar pelo programa. Desse total, 507 não foram contemplados de acordo com suas escolhas em decorrência da indisponibilidade de vagas e terão que adequar as suas opções até a próxima segunda-feira.

Por descumprir as normas do edital, os outros 119 ficaram impossibilitados de escolher os municípios em que pretender trabalhar, mas poderão participar no segundo mês de inscrições, com início marcado para o próximo dia 15.

Conforme o Ministério da Saúde, 375 dos 626 municípios brasileiros que serão contemplados com o programa estão localidades com 20% ou mais de sua população na pobreza extrema, 159 em regiões metropolitanas, 68 em um grupo de 100 cidades com mais de 80 mil habitantes de maior vulnerabilidade social e 24 em capitais. Além disso, 23 Dseis serão atendidos com o programa.

A partir desta terça-feira (6) até o dia 8, os médicos que se formaram no exterior e finalizaram o cadastro terão de selecionar as cidades com vagas não preenchidas por brasileiros.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247