HOME > Geral

Maluf lança Alckmin para 2018 e garante que ele é sério

“Hoje na Associação Comercial de São Paulo lancei o nome do governador Geraldo Alckmin à presidência da República em 2018, todo governador de um Estado como o de SP é naturalmente um candidato à presidência, o Brasil passa por São Paulo. Conheço o governador Alckmin desde os tempos que eu era governador e ele prefeito de Pindamonhangaba. Alckmin é um sujeito sério e comprometido com a causa pública”, postou o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), condenado recentemente pela Justiça francesa a três anos de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro desviado de obras em São Paulo

“Hoje na Associação Comercial de São Paulo lancei o nome do governador Geraldo Alckmin à presidência da República em 2018, todo governador de um Estado como o de SP é naturalmente um candidato à presidência, o Brasil passa por São Paulo. Conheço o governador Alckmin desde os tempos que eu era governador e ele prefeito de Pindamonhangaba. Alckmin é um sujeito sério e comprometido com a causa pública”, postou o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), condenado recentemente pela Justiça francesa a três anos de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro desviado de obras em São Paulo (Foto: Roberta Namour)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) lançou o governador tucano Geraldo Alckmin à Presidência. Em post no Facebook, ele garante a seriedade do candidato:

“Hoje na Associação Comercial de São Paulo lancei o nome do governador Geraldo Alckmin à presidência da República em 2018, todo governador de um Estado como o de SP é naturalmente um candidato à presidência, o Brasil passa por São Paulo. Conheço o governador Alckmin desde os tempos que eu era governador e ele prefeito de Pindamonhangaba. Alckmin é um sujeito sério e comprometido com a causa pública”, postou.

Maluf foi condenado recentemente pela Justiça francesa a três anos de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro desviado das obras da Avenida Água Espraiada (hoje Avenida Roberto Marinho), do túnel Ayrton Senna, e da Avenida Jacu Pêssego, segundo o MP. A esposa do deputado, Sylvia Lutfalla Maluf, foi condenada a dois anos de prisão por ter se beneficiado dos desvios, e o filho, Flávio Maluf, a três anos por ter auxiliado nos desvios.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: