Manifestantes deixam prefeitura de BH após acordo

Prefeito Marcio Lacerda (PSB) anunciou no início da noite nesta terça-feira que vai determinar a suspensão de liminares judiciais que visam à reintegração de terrenos públicos ocupados por trabalhadores sem tetos. No entanto, ele disse que não pode fazer o mesmo em relação aos processos movidos pelos donos de áreas particulares

Manifestantes deixam prefeitura de BH após acordo
Manifestantes deixam prefeitura de BH após acordo
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O grupo de cerca de 40 manifestantes decidiu desocupar o prédio da prefeitura de Belo Horizonte, após conversa com o prefeito Marcio Lacerda (PSB). A Avenida Afonso Pena, em frente ao local, continua interditada.

Lacerda anunciou no início da noite nesta terça-feira que vai determinar a suspensão de liminares judiciais que visam à reintegração de terrenos públicos ocupados por trabalhadores sem tetos. No entanto, ele disse que não pode fazer o mesmo em relação aos processos movidos pelos donos de áreas particulares. Sem contar as favelas, a capital tem uma área de cerca de 1 milhão de metros quadrados de terrenos públicos invadidos.

O grupo é formado principalmente por moradores das comunidades Dandara e Eliana Silva, em áreas de ocupação, e por integrantes das Brigadas Populares e do Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB).

É a segunda vez em menos de um mês que Lacerda enfrenta ato semelhante. No início do mês, manifestantes insatisfeitos com o valor da passagem do ônibus e com a política de transporte da cidade ocuparam o prédio da Câmara Municipal. O acampamento durou uma semana e só foi desfeito depois que o prefeito anunciou uma redução de R$ 0,15 no bilhete da passagem.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247