HOME > Geral

Manifestantes pedem respeito à democracia e dizem 'não ao golpe'

Manifestantes contrários ao golpe e a favor da democracia realizaram mais um protesto em Fortaleza na tarde desta quinta-feira (31). O ato, que teve início na Praça da Bandeira (Centro) e seguiu até o Centro Dragão do Mar, contou com a presença de nomes como José Guimarães, Camilo Santana e Cid Gomes. Em discursos, eles fizeram duras críticas ao PMDB, que deixou a base aliada do Governo. Segundo a organização, cerca de 50 mil pessoas participaram da manifestação  

Manifestantes contrários ao golpe e a favor da democracia realizaram mais um protesto em Fortaleza na tarde desta quinta-feira (31). O ato, que teve início na Praça da Bandeira (Centro) e seguiu até o Centro Dragão do Mar, contou com a presença de nomes como José Guimarães, Camilo Santana e Cid Gomes. Em discursos, eles fizeram duras críticas ao PMDB, que deixou a base aliada do Governo. Segundo a organização, cerca de 50 mil pessoas participaram da manifestação   (Foto: Rodrigo Rocha)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

[Atualizado às 20h10]

Ceará247 - Militantes, líderes de centrais sindicais e representantes de partidos contrários ao golpe iniciaram por volta de 15h desta quinta-feira (31), na Praça da Bandeira (Centro de Fortaleza), mais um ato em defesa da democracia e do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). 

Sob os gritos de “não vai ter golpe”, os manifestantes começaram a caminhada em direção à Praça do Ferreira (Centro) às 17 horas, carregando bandeiras do Brasil e cartazes de apoio ao ex-presidente Lula, à presidente Dilma e à democracia, e com dizeres como "Vai ter luta". Eles também criticaram a Rede Globo e sua cobertura partidária e pediram a saída do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O golpe militar de 64, ocorrido em 31 de março, também foi lembrado. 

Por volta de 18h, os manifestantes chegaram ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, onde o protesto foi encerrado com um show. A organização estima que 50 mil pessoas participem do protesto.

Estiveram presentes, entre outros, o governador Camilo Santana e a vice Izolda Cela, o ex-governador Cid Gomes, o ex-secretário de cultura, Guilherme Sampaio (PT), o deputado estadual Elmano de Freitas, o presidente do PT Ceará, Francisco De Assis Diniz, e o líder do Governo na Câmara, José Guimarães.

Em discurso, o deputado puxou gritos de "não vai ter golpe" e "eles não têm os 345 votos que imaginam. O PMDB já saiu tarde". Já o governador disse que Dilma lhe deu a missão de conseguir os votos contra o impeachment no Estado e se mostrou otimista com o resultado da votação do processo, dizendo que "em Brasília o clima é outro desde ontem".

Camilo também fez críticas ao PMDB, que deixou a base aliada, e destacou os avanços conquistados nos últimos anos. "Em três minutos um partido sair do governo é inaceitável, é uma vergonha e as pessoas estão enxergando isso. Este é o momento de unir o País para assegurar a governabilidade, porque desde o primeiro dia eles não deixaram a presidente governar. As conquistas foram inúmeras para milhões de brasileiros, que passaram a ter acesso a comida, universidade e moradia. Não podemos jogar pra trás todas as conquistas deste País. Nós vamos vencer com a força de cada brasileiro que quer o melhor para o País. E sábado vamos estar de novo na rua com o ex-presidente Lula".

Falando em nome do PDT, o ex-governador Cid Gomes não poupou críticas ao partido que lidera o golpe, dizendo que "O PMDB é uma cambada de gatunos e achacadores que se juntaram ao que há de pior, que é o PSDB, inconformado de perder a eleição até hoje". "A junção PSDB/PMDB é coisa muito ruim, é o que pode haver de pior neste país. Vamos à luta, não vai ter golpe", completou.

Oposição

Guimarães foi alvo de protestos em sua chegada a Fortaleza, para participar da manifestação de hoje em defesa da democracia. Durante sua passagem pelo saguão do aeroporto, o deputado foi abordado por manifestantes, que jogaram cédulas de dinheiro falso e gritaram palavras como “não vai ter golpe, vai ter impeachment”.

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: