Manuela D'Ávila desmistifica o comunismo após a morte de Fidel

A morte do líder cubano Fidel Castro, "justo no dia da Black Friday", como lembrou a deputada Manuela D´Ávila (PCdoB-RS), fez chover comentários na internet do tipo: "socialista pode ter iphone?"; em um vídeo bem humorado, ela desmistifica o comunismo e puxa a orelha dos críticos de Cuba; assista

A morte do líder cubano Fidel Castro, "justo no dia da Black Friday", como lembrou a deputada Manuela D´Ávila (PCdoB-RS), fez chover comentários na internet do tipo: "socialista pode ter iphone?"; em um vídeo bem humorado, ela desmistifica o comunismo e puxa a orelha dos críticos de Cuba; assista
A morte do líder cubano Fidel Castro, "justo no dia da Black Friday", como lembrou a deputada Manuela D´Ávila (PCdoB-RS), fez chover comentários na internet do tipo: "socialista pode ter iphone?"; em um vídeo bem humorado, ela desmistifica o comunismo e puxa a orelha dos críticos de Cuba; assista (Foto: Gisele Federicce)

247 – "Fidel lutou contra o capitalismo a vida inteira, coitado, e foi morrer justo no dia da Black Friday!", comenta a deputada Manuela D´Ávilda, em um vídeo bem-humorado em que responde aos comentários surgidos após a morte do líder revolucionário e ex-presidente de Cuba Fidel Castro.

Manuela também tenta desmistificar o comunismo e responder perguntas do tipo: "socialista pode ter iPhone?". Ela diz que as pesquisas para o desenvolvimento do iPhone começaram na União Soviética. "Celulares existem graças aos comunistas, gente! Será que vocês (capitalistas) podem ter iPhone?".

 

Ela também puxa a orelha dos críticos de Cuba e destaca os bons índices de saúde e alfabetismo na ilha. "Quando querem falar mal do comunismo, usam os defeitos de alguns países socialistas. Também vale a pena dar um Google para ver a diferença entre socialismo e comunismo. Mas vocês já pararam para pensar que o Haiti é capitalista?", questiona.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247