Mapa Cultural do Ceará será lançado nesta quinta-feira, no Centro Dragão do Mar

O lançamento contará com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, de representantes do Ministério da Cultura, com secretários de Cultura de outros municípios cearenses e representantes da Associação de Circos e Artistas do Nordeste (Ascan), diretamente responsável pela execução do projeto, patrocinado pela Petrobras e apoiado pelo Instituto Tim e pelo Governo do Estado, por meio da Secult

O lançamento contará com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, de representantes do Ministério da Cultura, com secretários de Cultura de outros municípios cearenses e representantes da Associação de Circos e Artistas do Nordeste (Ascan), diretamente responsável pela execução do projeto, patrocinado pela Petrobras e apoiado pelo Instituto Tim e pelo Governo do Estado, por meio da Secult
O lançamento contará com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, de representantes do Ministério da Cultura, com secretários de Cultura de outros municípios cearenses e representantes da Associação de Circos e Artistas do Nordeste (Ascan), diretamente responsável pela execução do projeto, patrocinado pela Petrobras e apoiado pelo Instituto Tim e pelo Governo do Estado, por meio da Secult (Foto: Renata Paiva)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará 247 - A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará e as instituições parceiras, patrocinadoras e apoiadoras lançam nesta quinta-feira, 14/5, às 19h, no auditório do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, o projeto Mapa Cultural do Ceará. A ação inclui um amplo diagnóstico das manifestações, diversidades e da produção cultural em todo o Estado, de acordo com as diretrizes da política cultural do Ceará, de democratização do acesso aos bens e ações artísticas e culturais e de ampliação das políticas culturais no Interior do Estado.

O lançamento do Mapa Cultural do Ceará contará com a presença do secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, de representantes do Ministério da Cultura, com secretários de Cultura de outros municípios cearenses e representantes da Associação de Circos e Artistas do Nordeste (Ascan), diretamente responsável pela execução do projeto, patrocinado pela Petrobras e apoiado pelo Instituto Tim e pelo Governo do Estado, por meio da Secult.

O Mapa Cultural está entre as metas do Plano Nacional de Cultura (PNC) e tem previsão no Plano Estadual da Cultura do Ceará. O projeto busca levantar e disponibilizar, em um processo democrático e eficiente, informações que servirão de subsídio para otimizar as ações de preservação da cultura local e a política cultural como um todo, em um processo democrático e eficiente.

O secretário da Cultura do Estado do Ceará, Guilherme Sampaio, destaca a importância do Mapa Cultural para a formação de uma base de dados ampla, consistente e atualizada sobre as atividades artísticas e culturais em todo o Estado. “O Mapa Cultural é uma ação essencial para que a sociedade tenha acesso a informações detalhadas sobre a riqueza, a força e a diversidade da cultura cearense, contemplando o Estado como um todo”, ressalta o gestor.

“Ainda há uma carência de dados e indicadores no campo da cultura, e o mapeamento vem para modificar essa realidade, compondo um levantamento abrangente dessa produção no Ceará, para orientar a política cultural, identificando ações necessárias e aperfeiçoando e ampliando aquelas já existentes”, complementa o secretário, frisando que todo o processo se dará de forma democrática e colaborativa, estimulando a participação da população, e de modo articulado com o Sistema de Informações Culturais (SINF), da Secult.

O governador Camilo Santana ressalta o papel do mapeamento para a definição das ações da política cultural, incluindo a ampliação do orçamento do Governo do Estado para o campo da cultura. “Há um compromisso nosso de chegar a investir 1,5% do orçamento do Poder Executivo na cultura. E a primeira coisa que pedi ao secretário Guilherme é que abrisse um diálogo nesse setor, para que pudesse planejar não só as ações, mas também os próprios investimentos”, aponta o governador.

“Há uma reclamação de que às vezes há concentração de investimentos em determinadas regiões. Esse mapeamento permite que você tenha um diagnóstico mais preciso da realidade cultural do nosso Estado. Às vezes coisas são desconhecidas em determinado município, em determinada região. O mapeamento permite você ter um olhar diferenciado. O Guilherme está no rumo certo na construção desse processo, para garantir que a gente invista muito mais na cultura, que é o nosso compromisso no governo”, acrescenta.

Mapa Cultural: 184 municípios

O Mapa Cultural do Ceará incluirá uma extensa pesquisa, abrangendo os 184 municípios do Estado, para identificar artistas, produtores culturais, articuladores, gestores, instituições e produtos culturais. Para esse levantamento, serão utilizadas diferentes metodologias, técnicas e ações.

Em todos os municípios haverá mobilização e divulgação das atividades, para que as comunidades participem de forma ativa, e será aplicada a pesquisa, com coleta, análise, validação e divulgação dos resultados.

O resultado deste trabalho no Ceará terá apresentação pública nas 14 macrorregiões culturais do Estado e será disponibilizado com livre acesso em um portal na Internet, a ser criado com essa finalidade.

Segmentos e linguagens

Entre os segmentos que vão constar no mapeamento estão artesanato, patrimônio material (edificações, sítios e parques naturais), patrimônio imaterial (festas religiosas, festas populares, festas civis, lendas, mestres de cultura, culinária, história e memória, fazeres populares). Também manifestações artísticas modernas e eventos culturais (teatro, dança, música, artes plásticas, artes visuais, festivais, mostras) e equipamentos culturais (biblioteca, museu, teatro, auditórios, salas de cinema, estádio, ginásio, boate ou casa de forró, bar com palco, clube, livraria, loja de discos, vídeo-locadora).

Encontrão Hacker: dias 15 e 16

Após o lançamento do mapeamento cultural na quinta-feira, 14/5, será promovido nos dias 15 e 16, sempre das 10h às 22h, no Condomínio Espiritual Uirapuru (Av. Alberto Craveiro, 2222, Castelão), uma grande reunião para debater formas de participação coletiva da sociedade na política cultural, através de ferramentas de tecnologia e informação. Será o “3º Encontrão Hacker”, um encontro imersivo para apresentação de experiências, discussões políticas, tecnológicas e conceituais, sessões de trabalho para elaboração de especificações técnicas, priorização de demandas e construção de um grande mapa das ferramentas digitais para a cultura.

O Encontrão contará com a presença do secretário da Cultura do Ceará, Guilherme Sampaio, e de representantes do Ministério da Cultura, do Instituto Tim, parceiro na iniciativa do Mapa Cultural, e da equipe de participação social da Presidência da República. O evento é voltado para gestores, conselheiros, profissionais e empreendedores e todos os interessados sobre Políticas Culturais e Ferramentas Digitais para a gestão pública como um todo. Ao final do encontro, será lançado o software livre Mapas Culturais, desenvolvido pelo Instituto Tim.

O Encontrão Hacker tem produção da Mutirão e da Girândola e realização da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, do Instituto Tim e do Mapa Cultural do Ceará. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site http://bit.ly/EncontraoHackerFortaleza.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email