Mara Gabrilli quebra silêncio tucano em relação a Bolsonaro

Em nota de repúdio, a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) condenou a agressão feita por Jair Bolsonaro (PP-RJ) a Maria do Rosário (PT-RS), quando disse que 'não a estupraria porque não merece'; "É deplorável a insistência de Jair Bolsonaro em utilizar a Tribuna do Plenário da Câmara dos Deputados para fazer apologia à discriminação e incitar à violência contra as mulheres e os homossexuais", disse a deputada tucana; "o deputado viola constantemente os princípios da igualdade de direitos e do respeito à dignidade humana"

Em nota de repúdio, a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) condenou a agressão feita por Jair Bolsonaro (PP-RJ) a Maria do Rosário (PT-RS), quando disse que 'não a estupraria porque não merece'; "É deplorável a insistência de Jair Bolsonaro em utilizar a Tribuna do Plenário da Câmara dos Deputados para fazer apologia à discriminação e incitar à violência contra as mulheres e os homossexuais", disse a deputada tucana; "o deputado viola constantemente os princípios da igualdade de direitos e do respeito à dignidade humana"
Em nota de repúdio, a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) condenou a agressão feita por Jair Bolsonaro (PP-RJ) a Maria do Rosário (PT-RS), quando disse que 'não a estupraria porque não merece'; "É deplorável a insistência de Jair Bolsonaro em utilizar a Tribuna do Plenário da Câmara dos Deputados para fazer apologia à discriminação e incitar à violência contra as mulheres e os homossexuais", disse a deputada tucana; "o deputado viola constantemente os princípios da igualdade de direitos e do respeito à dignidade humana" (Foto: Ana Pupulin)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 - A deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) quebrou o silêncio tucano em relação ao deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), que, na semana passada, agrediu a colega Maria do Rosário (PT-RS). Leia, abaixo, a nota de repúdio de Mara Gabrilli:

É deplorável a insistência de Jair Bolsonaro em utilizar a Tribuna do Plenário da Câmara dos Deputados para fazer apologia à discriminação e incitar à violência contra as mulheres e os homossexuais. Desse modo, o deputado viola constantemente os princípios da igualdade de direitos e do respeito à dignidade humana.

Defende o estupro ao afirmar que não estupraria a deputada Maria do Rosário somente porque “ela não merece”, “porque é feia” e “não é o meu gênero”. Não é possível ficar calada diante de tais declarações. Lamento ampliar ainda mais a visibilidade desses discursos que só maculam o Congresso Nacional.

Repudio veementemente as atitudes do deputado Jair Bolsonaro que configuram claramente um obstáculo ao bem-estar da sociedade e à diversidade da família brasileira.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247