Marcelinho Carioca é demitido depois da 'presepada' com Bolsonaro

O ex-jogador Marcelinho Carioca foi demitido após a repercussão negativa de sua aparição com Bolsonaro. Inúmeros protestos de torcedores ganharam efeito viral nas redes e o ex-jogador acabou perdendo um contrato de publicidade

Marcelinho Carioca será candidato a vereador em 2012
Marcelinho Carioca será candidato a vereador em 2012 (Foto: DIVULGAÇÃO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois da péssima repercussão em live com Bolsonaro, o ex-jogador Marcelinho Carioca acabou perdendo um contrato de publicidade. A aparição nas redes caiu muito mal entre os torcedores do Corinthians, cuja camisa foi usada pelo presidente. 

A reportagem da revista Veja destaca que “o encontro também gerou constrangimento na diretoria do Corinthians e no banco BMG, seu patrocinador. O clube se apressou em dizer que não tinha qualquer relação com o encontro. “O Sport Club Corinthians Paulista torna público que não teve qualquer participação na iniciativa do ex-jogador Marcelinho Carioca, em Brasília. A entrega da camiseta nesta quarta, na Presidência da República, foi uma ação única e exclusiva do ex-atleta.”

A matéria ainda acrescenta que “o presidente do clube, Andrés Sanchez, ex-deputado federal pelo PT, afirmou que “Marcelinho não é contratado nem funcionário do Corinthians. Como cidadão, faz o que bem entende”. O ex-jogador, no entanto, era embaixador de uma parceria entre o Corinthians e o banco BMG, patrocinador master do clube. No Twitter, a hashtag #VergonhaBMG entrou entre os assuntos mais comentados do Twitter.”

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247