Marcelo assina Carta de Milão e se reúne com empresários

Durante a assinatura da Carta de Milão, aconteceu nessa terça-feira, 23, na Expo Milão, o governador Marcelo Miranda (PMDB) voltou a enfatizar a disponibilidade do Tocantins para ajudar na produção de alimentos, tema do evento deste ano;  “Se hoje tem um lugar no mundo que pode contribuir para ajudar a alimentar o planeta, esse lugar é o nosso Estado”, destacou; ainda em Milão, governador teve encontro com representantes da Exo Capital, que está em busca de parceiros comerciais na América do Sul, em especial produtores de açúcar, soja e derivados

Durante a assinatura da Carta de Milão, aconteceu nessa terça-feira, 23, na Expo Milão, o governador Marcelo Miranda (PMDB) voltou a enfatizar a disponibilidade do Tocantins para ajudar na produção de alimentos, tema do evento deste ano;  “Se hoje tem um lugar no mundo que pode contribuir para ajudar a alimentar o planeta, esse lugar é o nosso Estado”, destacou; ainda em Milão, governador teve encontro com representantes da Exo Capital, que está em busca de parceiros comerciais na América do Sul, em especial produtores de açúcar, soja e derivados
Durante a assinatura da Carta de Milão, aconteceu nessa terça-feira, 23, na Expo Milão, o governador Marcelo Miranda (PMDB) voltou a enfatizar a disponibilidade do Tocantins para ajudar na produção de alimentos, tema do evento deste ano;  “Se hoje tem um lugar no mundo que pode contribuir para ajudar a alimentar o planeta, esse lugar é o nosso Estado”, destacou; ainda em Milão, governador teve encontro com representantes da Exo Capital, que está em busca de parceiros comerciais na América do Sul, em especial produtores de açúcar, soja e derivados (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O governador Marcelo Miranda (PMDB) esteve em Milão, na Itália, nessa terça-feira, 23, em duma das últimos compromissos de sua missão oficial à Europa. Marcelo fez um compromisso formal de trabalhar para que os processos de produção de alimentos no planeta sejam sustentáveis.

“O Tocantins surgiu para reduzir a pobreza e garantir o acesso do povo do então norte goiano a direitos fundamentais, assim como seus coirmãos do sul, a melhores condições de vida. E mais, se hoje tem um lugar no mundo que pode contribuir para ajudar a alimentar o planeta, esse lugar é o nosso Estado”, destacou o governador.

A assinatura da Carta de Milão aconteceu durante visita do governador e comitiva tocantinense à Expo Milão, que este ano tem como tema "Alimentado o planeta, energia para a vida". A assinatura foi realizada no espaço brasileiro do evento, uma área de quatro mil metros quadrados, dedicada a promover o País. Depois da assinatura, Marcelo Miranda conheceu as atrações do estande brasileiro, entre elas a mesa de produtos de capim dourado que, segundo os organizadores, tem atraído muitos visitantes.

Na sequência, a comitiva tocantinense também esteve nos estandes da Itália e dos Emirados Árabes Unidos. No pavilhão dos anfitriões, o governador foi recebido pela presidente da Expo Milão, Diana Bracco, que disse ter ficado encantada com as belezas naturais do Tocantins e com o artesanato do capim dourado.

No espaço dos Emirados Árabes Unidos, país que sediará a próxima exposição universal, as boas vindas foram dadas por Omar Shehadeh, vice-presidente da Expo 2020. Esbanjando tecnologia, os árabes fizeram uma breve apresentação do que aguardam os participantes e visitantes da exposição em Dubai, que terá como tema "Conectando mentes, criando o futuro". Em conversa com Marcelo Miranda, o vice-presidente também se mostrou interessado nos potenciais do Estado e na produção de alimentos.

Exo Capital
Também em Milão, o governador se reuniu com representantes da Exo Capital, uma trading ligada ao sultonato de Omã, que comanda o país do Oriente Médio e está em busca de parceiros comerciais na América do Sul, em especial produtores de açúcar, soja e derivados. O grupo já está atuando no Paraguai e compra de 20 a 50 mil toneladas de grãos todo mês.

Segundo a diretora administrativa do grupo, Jacqueline Strickler, o Tocantins desperta interesse por conta da sua capacidade de produção e também por apresentar uma logística multimodal que pode facilitar a exportação com custos mais competitivos.

O representante comercial da empresa, Pascal Wyss, disse que Omã quer fazer contatos diretos com os fornecedores e também estudar a possibilidade de oferecer linhas de crédito para fomentar a produção. Ele disse que uma comissão de técnicos da Exo deve visitar o Tocantins já em agosto deste ano.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247