Marco Maia ironiza: a Netflix podia fazer a série 'O pato andando morto'

"Foram 'doadas' 3 áreas preciosas do pré-sal a multinacionais por 3,15 bilhões e pagaremos 10 bilhões pelo subsídio ao diesel. Parece piada, mas não é. Toda essa entrega está condenando gerações futuras. A Netflix podia fazer uma série 'The Walking Duck Dead'", disse o deputado federal Marco Maia (PT-RS); a expressão em inglês significa "O pato andando morto"

"Foram 'doadas' 3 áreas preciosas do pré-sal a multinacionais por 3,15 bilhões e pagaremos 10 bilhões pelo subsídio ao diesel. Parece piada, mas não é. Toda essa entrega está condenando gerações futuras. A Netflix podia fazer uma série 'The Walking Duck Dead'", disse o deputado federal Marco Maia (PT-RS); a expressão em inglês significa "O pato andando morto"
"Foram 'doadas' 3 áreas preciosas do pré-sal a multinacionais por 3,15 bilhões e pagaremos 10 bilhões pelo subsídio ao diesel. Parece piada, mas não é. Toda essa entrega está condenando gerações futuras. A Netflix podia fazer uma série 'The Walking Duck Dead'", disse o deputado federal Marco Maia (PT-RS); a expressão em inglês significa "O pato andando morto" (Foto: Leonardo Lucena)

Rio Grande do Sul 247 - O deputado federal Marco Maia (PT-RS) criticou o governo Michel Temer, que entregou, por meio de leilão, três blocos em áreas do pré-sal para multinacionais. Shell, ExxonMobil, Chevron, BP Energy, Petrogal, Statoil (estatal norueguesa) foram as vencedoras da 4ª rodada de licitação do pré-sal, que aconteceu nesta manhã (7) no Rio de Janeiro. 

"Foram 'doadas' 3 áreas preciosas do pré-sal a multinacionais por 3,15 bilhões e pagaremos 10 bilhões pelo subsídio ao diesel. Parece piada, mas não é. Toda essa entrega está condenando gerações futuras. A Netflix podia fazer uma série 'The Walking Duck Dead'", escreveu o parlamentar no Twitter. A expressão em inglês significa "O pato andando morto".

O leilão levantou R$ 3,15 bilhões, abaixo do valor mínimo de R$ 3,2 bilhões estipulado pelo governo. O Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (Sindipetro-ES) tentou impedir o leilão com uma ação judicial, mas não conseguiu. A entidade demonstrou como estes valores pelas áreas em oferta está muito aquém do potencial a ser explorado.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247