Marconi anuncia linha de crédito para o Goiás Solar na Tecnoshow

Em visita à feira Tecnoshow 2017, em Rio Verde, o governador Marconi Perillo anunciou uma linha de crédito do Banco do Brasil para financiar o Programa Goiás Solar, e destacou que o Governo do Estado, por meio da Celg GT, disponibilizou R$ 50 milhões para financiar projetos de energia solar no Estado; para a população de Rio Verde foi anunciada a conclusão de um anel viário e a pavimentação da terceira faixa de acesso a Montividiu

Em visita à feira Tecnoshow 2017, em Rio Verde, o governador Marconi Perillo anunciou uma linha de crédito do Banco do Brasil para financiar o Programa Goiás Solar, e destacou que o Governo do Estado, por meio da Celg GT, disponibilizou R$ 50 milhões para financiar projetos de energia solar no Estado; para a população de Rio Verde foi anunciada a conclusão de um anel viário e a pavimentação da terceira faixa de acesso a Montividiu
Em visita à feira Tecnoshow 2017, em Rio Verde, o governador Marconi Perillo anunciou uma linha de crédito do Banco do Brasil para financiar o Programa Goiás Solar, e destacou que o Governo do Estado, por meio da Celg GT, disponibilizou R$ 50 milhões para financiar projetos de energia solar no Estado; para a população de Rio Verde foi anunciada a conclusão de um anel viário e a pavimentação da terceira faixa de acesso a Montividiu (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - Em visita à feira Tecnoshow 2017, em Rio Verde, o governador Marconi Perillo anunciou uma linha de crédito do Banco do Brasil para financiar o Programa Goiás Solar, e destacou que o Governo do Estado, por meio da Celg GT, disponibilizou R$ 50 milhões para financiar projetos de energia solar no Estado. Para a população de Rio Verde foi anunciada a conclusão de um anel viário e a pavimentação da terceira faixa de acesso a Montividiu. Ao final da participação, ele visitou essas obras.

“Eu recebi, durante esses dois anos de crise econômica no Brasil, pedidos de obras para Rio Verde e região, do prefeito e deputados. A construção da terceira faixa para Montividiu e a conclusão do anel viário, iniciada há alguns anos. Mas eu expliquei a eles que em tempo de crise é importante manter o pagamento do servidor público. Era preciso para manter as obrigações os serviços básicos de saúde, educação e segurança. Eu tive que parar alguns investimentos para atravessar a crise. Felizmente, nós fizemos o dever de casa e agora eu estou aqui para anunciar que o dinheiro está em caixa para executar as obras”, salientou Marconi.

O Banco do Brasil, por meio do FCO, disponibilizou para este ano R$ 2,8 bilhões para financiamentos no agronegócio goiano. “Eu acho que Goiás vai ultrapassar esse montante porque, como exemplo, só no primeiro dia da Technoshow liberamos R$ 200 milhões em financiamentos”, informou o gerente de Agronegócio do Banco do Brasil em Goiás, Marco Túlio. O Banco do Brasil vai percorrer 12 municípios goianos para divulgar o programa Agro Energia e suas linhas de crédito voltadas ao produtor rural, por meio da Caravana Banco do Brasil.

Ao lembrar de ter participado da primeira edição da Tecnoshow, o governador ressaltou a importância do agronegócio para Goiás: “Eu quero saudar o produtor rural pelo incremento da safra goiana da ordem de 13%, e também pelo incremento de 5,4% na produtividade, apesar de atravessarmos a maior crise econômica da história do país”. Sobre o tema central da visita, Marconi citou o exemplo de um produtor rural que gastava R$ 16 mil por mês com a tarifa de energia elétrica e, após investir em energia solar, seu custo mensal caiu para R$ 460,00.

Lançado em fevereiro deste ano, o programa Goiás Solar é parte do esforço do Governo para a elaboração de políticas públicas e adoção de medidas que incentivem o consumo e a geração de energias limpas e renováveis, especialmente a solar, valorizando os recursos naturais estratégicos para o crescimento sustentável da economia goiana, o desenvolvimento de novos negócios, a geração de empregos, a preservação ambiental e o incentivo da cadeia produtiva. O programa é executado pela Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima).

O titular a Secima, Vilmar Rocha, ao responder ao questionamento do presidente da Coopertiva Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), Antônio Chavaglia, a respeito da desoneração dos equipamentos necessários para a produção de energia solar, disse que “o Governo de Goiás já enviou para a Assembleia Legislativa projeto de isenção de ICMS para a aquisição de equipamentos da área de energia solar”, além da assinatura de acordo de cooperação com o Banco do Brasil. “Goiás será referência no país na produção de energia renovável, assim como acontece em países como os Estados Unidos, Japão, Alemanha e China, nos quais 10% da energia consumida é solar, graças à visão moderna do governador Marconi Perillo”, observou Vilmar.

Tecnoshow 2017

A Tecnoshow 2017 (16ª edição), considerada a maior feira de tecnologia rural do Centro-Oeste, teve início esta semana, em Rio Verde, com expectativa de receber cerca de 100 mil visitantes e proporcionar um giro de R$ 1,5 bilhão em negociações. Estarão presentes, até o dia 7, mais de 550 empresas, dispostas em 60 hectares de área do Centro Tecnológico da Comigo, organizadora do evento.

Participaram da solenidade também o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale; o presidente da Faeg, José Mário Schreiner; o superintendente regional do Banco do Brasil, Raimundo Perez Júnior; o deputado estadual Heuler Cruvinel, representando os demais deputados; e o superintendente da Sudeco, Antônio Carlos de Oliveira.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247