Marconi insiste no PAC do Entorno em visita a ministro

No encontro com José Eduardo Cardoso (Justiça), governador informou o fim do processo licitatório para construção de quatro presídios no Estado; obras serão realizadas em parceria com o governo federal. No PAC do Entorno, prioridade deve rá ser dada à segurança, mas contemplará diversas outras áreas.

Marconi insiste no PAC do Entorno em visita a ministro
Marconi insiste no PAC do Entorno em visita a ministro (Foto: Divulgação/ Henrique Luiz )
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A Redação_ Foi finalizado o processo licitatório referente à construção de quatro presídios no Estado e as obras serão realizadas em parceria com o governo federal. A informação foi divulgada ontem e repassada ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, pelo próprio governador Marconi Perillo.

A reunião entre Marconi e José Eduardo aconteceu em Brasília (DF) e contou com a presença do vice-governador, José Eliton, dos secretários de Segurança Pública, João Furtado, e da Casa Civil , Vilmar Rocha, do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Edson Costa, e da delegada-geral de Polícia Civil, Adriana Accorsi.

Na ocasião, foi apresentado ao ministro um relatório completo sobre os índices de violência no Estado, investigações de casos de homicídios e investimentos realizados pelo governo estadual na segurança pública.

PAC do Entorno

Durante o encontro, Marconi falou sobre a necessidade da formulação de um Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) específico para o Entorno de Brasília, com prioridade para a segurança pública, em parceria com o governo federal. Além da área da segurança, o documento contemplaria também saúde, educação e transportes. José Eduardo Cardozo se comprometeu a desenvolver um plano piloto que deve ser apresentado em breve.  

A comitiva liderada pelo governador fez também uma visita de cortesia ao presidente do Conselho Nacional de Justiça, ministro do STF, Aires Brito.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email