Marconi planeja grande ato para pressionar STF

Objetivo do tucano, citado em ligaes no Caso Cachoeira, reunir lideranas nacionais em Goinia para cobrar o julgamento do processo do mensalo, que incomoda os petistas

Marconi planeja grande ato para pressionar STF
Marconi planeja grande ato para pressionar STF (Foto: Antonio Cruz/AGÊNCIA BRASIL)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247 - O governador Marconi Perillo planeja reunir em Goiânia lideranças de todo o País para pressionar o Supremo Tribunal Federal a julgar o processo do mensalão.

A informação é do jornalista Jarbas Rodrigues Jr., na coluna Giro, de O Popular de hoje. Diz a nota: "Ato da oposição - O núcleo do governo de Marconi Perillo (PSDB) planeja promover um ato público em Goiânia, com lideranças nacionais, para cobrar do STF julgamento do processo sobre o mensalão."

Ou seja: sob os holofotes das denúncias envolvendo o contraventor Carlinhos Cachoeira, o governador tucano, anti-Lula, planeja virar a mesa, trazendo para o Estado os holofotes da oposição ao PT, acusado por ele próprio de criar uma espécie de cortina de fumaça com a Operação Monte Carlo, que o envolve, para encobrir o mensalão, que envolve Lula.

Nesta segunda, Marconi Perillo foi destaque no Jornal Nacional, que mostrou diálogo, gravado pela Polícia Federal, de Cachoeira com seu braço direito, Wladmir Garcez. Os dois conversavam sobre nomeações de aliados no governo de Marconi e comemoravam (leia mais aqui).

Na sexta, o governador já dava indicações de que, em vez de se defender, partiria para o que muitos consideram contra-ataque. Em um evento na capital goiana, afirmou: “Os interesses (envolvidos na operação da PF) são muito maiores. Buscam acobertar outros fatos que aconteceram no Brasil, cujo desfecho está previsto para esse ano, como é o caso do mensalão.”

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email