Marconi tem apoio de 44 prefeitos de "oposição"

Desde o início de janeiro, os líderes municipais comparecem aos encontros regionais da base aliada para formalizar o rompimento com os candidatos da oposição e apresentar os motivos que os levarem a defender novo mandato para o governador tucano de Goiás; só no PMDB, principal sigla adversária, são 13 prefeitos; 14 dos 44, porém, pertencem ao DEM, que sempre esteve ao lado de Marconi, apesar das restrições do presidente regional do partido, o deputado federal Ronaldo Caiado, que negocia com a base, com o PMDB e até mesmo seguir em carreira solo

Desde o início de janeiro, os líderes municipais comparecem aos encontros regionais da base aliada para formalizar o rompimento com os candidatos da oposição e apresentar os motivos que os levarem a defender novo mandato para o governador tucano de Goiás; só no PMDB, principal sigla adversária, são 13 prefeitos; 14 dos 44, porém, pertencem ao DEM, que sempre esteve ao lado de Marconi, apesar das restrições do presidente regional do partido, o deputado federal Ronaldo Caiado, que negocia com a base, com o PMDB e até mesmo seguir em carreira solo
Desde o início de janeiro, os líderes municipais comparecem aos encontros regionais da base aliada para formalizar o rompimento com os candidatos da oposição e apresentar os motivos que os levarem a defender novo mandato para o governador tucano de Goiás; só no PMDB, principal sigla adversária, são 13 prefeitos; 14 dos 44, porém, pertencem ao DEM, que sempre esteve ao lado de Marconi, apesar das restrições do presidente regional do partido, o deputado federal Ronaldo Caiado, que negocia com a base, com o PMDB e até mesmo seguir em carreira solo (Foto: Realle Palazzo-Martini)

HELTON LENINE¸DO DIÁRIO DA MANHÃ

Satisfeitos com o “tratamento republicano” e pelo volume de obras que o Estado realiza em seus municípios, os prefeitos do PMDB, PDT, PSB, DEM, e de outras siglas menores, decidiram apoiar o projeto de reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB).

Desde o início de janeiro, os líderes municipais comparecem aos encontros regionais da base aliada, para formalizar o rompimento com os candidatos a governador da oposição e apresentar os motivos que os levarem a defender novo mandato para Marconi Perillo.

No PMDB, já são 13 prefeitos, dos 57 existentes que vão acompanhar a base governista nas eleições deste ano. São eles: Victor Soares (Adelândia), Elies Alves Pinto (Buriti de Goiás), Francisco Souza Júnior (Terezópolis), João Cordeiro (São Patrício), Elvino Furtado (Mara Rosa), Bento Vicente Silva (Córrego do Ouro), Francisco da Silva (Anhanguera), Argemiro Rodrigues (Caiapônia), Ailton Minervino (Turvelândia), Adão Diogo (Portelândia), Fernando Vasconcelos (Goiatuba), Luiz Teixeira (Niquelândia) e Márcio Barbosa (São Simão).

“Estávamos como filhos sem pai. Agora, não. Estamos aderindo a Marconi Perillo por isso”, afirmou Elies Alves Pinto, prefeito de Buriti de Goiás.

“O problema foi a divisão que aconteceu no PMDB. O partido do qual eu faço parte, tinha compromisso com o Júnior Friboi e hoje estou decidido em apoiar a reeleição do governador Marconi Perillo, para depois reivindicar melhorias para a região”, ressaltou Victor Soares, prefeito de Adelândia.

“Decidi apoiar a reeleição do governador Marconi Perillo depois que o meu partido entrou em crise, dividido em dois nomes. O governador realiza em minhas cidades muitas obras, é um trabalhador e bem intencionado”, sustentou Luiz Teixeira, prefeito de Niquelândia.

“Nunca um prefeito de minha cidade foi recebido tantas vezes por um governador. São inúmeras obras levadas para a nossa cidade, sem chantagem ou aliciamento político. Nunca me pediram voto”, diz o prefeito Elvino Coelho, de Mara Rosa.

PDT

Dos doze prefeitos do PDT, oito estiveram com o vice-governador José Eliton (PP) para anunciar apoio, no sentido de caminhar com o Palácio das Esmeraldas na sucessão estadual. São eles: Roldão Lisboa do Carmo (Baliza); Marilda Oliveira Pereira (Bom Jesus de Goiás); Andréia Lins Depollo (Damianópolis); Massilon Lira Vasconcelos (Formoso); Padre Agnaldo Gonzaga (Itaguari); João Rodrigues Neto (Jandaia); Francisco Teixeira Filho; Claudiênio (Padre Bernardo) e Itamar Lemes do Prado (Santo Antônio do Descoberto).

Massilon Lira Vasconcelos, prefeito de Formoso (região norte), diz que o melhor para o PDT é aliar-se ao PSDB de Marconi Perillo. “Temos parcerias com o governador e vamos apoiá-lo na sua caminhada rumo à reeleição.”

Marilda Oliveira Pereira, prefeita de Bom Jesus de Goiás, cidade que fica no sul do Estado, também quer o PDT no palanque pela reeleição de Marconi Perillo. “Por ser um governador municipalista, Marconi deve permanecer à frente do Palácio das Esmeraldas. Por isso, vamos apoiá-lo nas eleições deste ano.”

Itamar Lemes do Prado, prefeito de Santo Antônio do Descoberto, cidade do Entorno do Distrito Federal, posiciona-se favorável ao projeto de reeleição de Marconi Perillo. “A prefeitura e o Estado realizam parcerias administrativas. Marconi tem sido correto conosco e com os prefeitos do Entorno do Distrito Federal. Estaremos com ele em 2014.”

Roldão Lisboa do Carmo, prefeito de Baliza, na região do Rio Araguaia, diz que irá trabalhar pela reeleição de Marconi Perillo nas eleições deste ano. “É um governador madrugador, que visita com frequência os municípios sempre com obras. Vamos continuar as parcerias e trabalhar pela sua reeleição.”

DEM

Os 14 prefeitos do DEM já manifestaram disposição de apoiar a reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB), independente do caminho que o partido vier a seguir em 5 de outubro.

No interior, também é grande o número de vereadores, ex-vereadores, ex-prefeitos e membros dos diretórios municipais do DEM que querem a manutenção da aliança com o PSDB, em torno da reeleição de Marconi Perillo.

Os prefeitos do DEM marconistas são: Hailton Pena (Aporé), Marco Aurélio Naves (Buriti Alegre), Paulo Sérgio Di Rezende (Hidrolândia), Luciano Leão (Itajá), Jaime Ferreira (Ouro Verde), Levino Souza (Santa Isabel), Waldilei Lemos (Vila Propício), Aurolino dos Santos Ninha (Campos Belos), Vilmar Correa (Campos Verdes), Paulinho do Lino (Faina), José de Nascimento Januário (Gouverlândia), Adivair Macedo (Lagoa Santa), Edson Ferro Filho (Paraúna), Odair Resende (Quirinópolis), Adalcino Silva (Nazário), Willis Moraes (Taquaral de Goiás) e Nelson Ferreira (Urutaí).

O prefeito de Quirinópolis, Odair Resende, região sudoeste do Estado, disse que mantém-se coerente em apoiar a reeleição de Marconi Perillo, já que, desde 1998, acompanha o governador tucano. “Não tenho motivos para não subir no palanque de Marconi Perillo. O governador tem atendido às reivindicações de Quirinópolis e de toda a região sudoeste do Estado. Marconi é municipalista e realiza um governo moderno e avançado em Goiás.”

O prefeito de Buriti Alegre, Marco Aurélio Naves, no sul do Estado, defende a reeleição do governador e diz que a atual administração resgata os compromissos firmados com os municípios. “Não temos queixas do governo Marconi. É um governador aliado dos prefeitos e que abre as portas do Palácio das Esmeraldas aos municípios.”

O prefeito de Hidrolândia, Paulo Sérgio de Rezende, na região metropolitana da Capital, diz que Marconi Perillo tem realizado muitas obras em sua cidade e que o governador transformou Goiás num “canteiro de obras”. Ele reafirma que vai estar nos palanques para defender novo mandato ao governador.

O prefeito de Campos Belos, Aurolino dos Santos Ninha, na região nordeste do Estado, é favorável à reeleição de Marconi Perillo. E justifica: “Em três governos, Marconi mudou o perfil econômico e social de Goiás e deu atenção especial à região nordeste do Estado. É um governador que trabalha em sintonia com os prefeitos. Hoje, mais maduro, sabe estabelecer prioridades e realizar as obras que os municípios necessitam.”

“Sem a base é difícil trabalhar”, afirma Levino de Souza (DEM), prefeito do município de Santa Isabel. “Marconi é municipalista, conhece a realidade de Goiás e das prefeituras. Vamos trabalhar pela sua reeleição, este ano”, completa.

 “Nunca abandonei o Marconi e não será agora que abandonarei”, afirma o prefeito do município de Gouvelândia, José de Nascimento Januário (DEM).

PSB

No PSB, são cinco os prefeitos que decidiram apoiar a reeleição do governador Marconi Perillo: Romes Silva (Abadia de Goiás), Alan Barbosa (Alto Paraíso), João Bento Filho (Petrolina de Goiás), Atos Ferronato (São João D’Aliança), Geraldo Valadares (Turvânia).

PRP

No PRP, são dois os prefeitos que estarão nos palanques do governador Marconi Perillo: João Reis Sá (Cezarina) e Amauri Ribeiro (Piracanjuba).

PSC

No PSC, apenas Paulo Fernando de Souza (Cachoeira de Goiás) está fechando apoio à reeleição do governador Marconi Perillo.

PTN

O único prefeito do PTN, Roberto Salomão (Doverlândia), anunciou apoio à reeleição do governador Marconi Perillo.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247