Maria do Rosário: fechar Banco Postal é “decisão absurda”

Deputada lembra que o Banco Postal "é inclusão bancária para milhares, especialmente em municípios sem banco convencional"; o governo Temer fechou 1.800 agências, afetando mais de 137 mil aposentados

Deputada lembra que o Banco Postal "é inclusão bancária para milhares, especialmente em municípios sem banco convencional"; o governo Temer fechou 1.800 agências, afetando mais de 137 mil aposentados
Deputada lembra que o Banco Postal "é inclusão bancária para milhares, especialmente em municípios sem banco convencional"; o governo Temer fechou 1.800 agências, afetando mais de 137 mil aposentados (Foto: Gisele Federicce)

Rio Grande do Sul 247 - A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) considerou "absurda" a decisão do governo Temer de encerrar o serviço do Banco Postal.

O anúncio é de que 1.800 agências serão fechadas, prejudicando mais de 137 mil aposentados, que dependem do serviço dos Correios para fazer o saque de seus benefícios.

A deputada lembra que o Banco Postal "é inclusão bancária para milhares, especialmente em municípios sem banco convencional".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247