Marta: SP assistiu atônita ao pronunciamento

Candidato à Prefeitura em 2016 após racha com o PT, senador Marta Suplicy volta a atacar publicamente a presidente Dilma Rousseff: "tentando se apoiar na ultrapassada justificativa da crise internacional, Dilma negou, mais uma vez, a gravidade e a dimensão da atual crise econômica, as responsabilidades de seu governo e as consequências de seus desdobramentos para os brasileiros"

Candidato à Prefeitura em 2016 após racha com o PT, senador Marta Suplicy volta a atacar publicamente a presidente Dilma Rousseff: "tentando se apoiar na ultrapassada justificativa da crise internacional, Dilma negou, mais uma vez, a gravidade e a dimensão da atual crise econômica, as responsabilidades de seu governo e as consequências de seus desdobramentos para os brasileiros"
Candidato à Prefeitura em 2016 após racha com o PT, senador Marta Suplicy volta a atacar publicamente a presidente Dilma Rousseff: "tentando se apoiar na ultrapassada justificativa da crise internacional, Dilma negou, mais uma vez, a gravidade e a dimensão da atual crise econômica, as responsabilidades de seu governo e as consequências de seus desdobramentos para os brasileiros" (Foto: Roberta Namour)

247 – A senadora Marta Suplicy, que deve anunciar em breve sua saída do PT para se lançar à Prefeitura de SP pelo PSB, voltou a criticar o governo Dilma Rousseff.

Em mensagem no Facebook, a ex-ministra diz que, “em meio a gritos de protestos, buzinas e panelaço, São Paulo assistiu, atônita e perplexa, o pronunciamento da Presidenta Dilma nesta noite de 8 de março”.

Segundo ela, "tentando se apoiar na ultrapassada justificativa da crise internacional, Dilma negou, mais uma vez, a gravidade e a dimensão da atual crise econômica, as responsabilidades de seu governo e as consequências de seus desdobramentos para os brasileiros".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247