Massa passa mal e Brasil fica fora do GP da Hungria

Piloto brasileiro Felipe Massa, da Williams, não vai disputar o GP da Hungria, neste domingo (29), por ter passado mal neste sábado (28); Massa teve tontura após o segundo treino livre de sexta-feira e voltou a passar mal neste sábado; ele foi levado ao centro médico do circuito de Budapeste, antes de seguir para um hospital da cidade e passar por exames mais completos; brasileiro substituído pelo britânico Paul di Resta no treino de classificação; alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, conseguiu a pole position


Piloto brasileiro Felipe Massa, da Williams, não vai disputar o GP da Hungria, neste domingo (29), por ter passado mal neste sábado (28); Massa teve tontura após o segundo treino livre de sexta-feira e voltou a passar mal neste sábado; ele foi levado ao centro médico do circuito de Budapeste, antes de seguir para um hospital da cidade e passar por exames mais completos; brasileiro substituído pelo britânico Paul di Resta no treino de classificação; alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, conseguiu a pole position
Piloto brasileiro Felipe Massa, da Williams, não vai disputar o GP da Hungria, neste domingo (29), por ter passado mal neste sábado (28); Massa teve tontura após o segundo treino livre de sexta-feira e voltou a passar mal neste sábado; ele foi levado ao centro médico do circuito de Budapeste, antes de seguir para um hospital da cidade e passar por exames mais completos; brasileiro substituído pelo britânico Paul di Resta no treino de classificação; alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, conseguiu a pole position (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rádio França Internacional - O piloto brasileiro Felipe Massa, da Williams, não vai disputar o GP da Hungria, neste domingo (29), por ter passado mal neste sábado (28). O alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, conseguiu a pole position.

Massa teve tontura após o segundo treino livre de sexta-feira e voltou a passar mal neste sábado. Ele foi levado ao centro médico do circuito de Budapeste, antes de seguir para um hospital da cidade e passar por exames mais completos. O brasileiro substituído pelo britânico Paul di Resta no treino de classificação.

"A Williams apoia a decisão de Felipe e a equipe trabalhará com ele para assegurar uma plena recuperação, com o objetivo de uma volta à pista no Grande Prêmio da Bélgica", destacou a escuderia britânica. Massa, 36 anos, é o 11º colocado no Mundial de pilotos, com 23 pontos.

Alemão coleciona 48 poles

Sebastian Vettel (Ferrari) conquistou a pole position, ao terminar na frente do companheiro de escuderia Kimi Raikkonen e do finlandês Valtteri Bottas (Mercedes). Vettel fez o circuito de Hungaroring em 1 minuto, 16 segundos e 276 milésimos, garantindo a 48ª pole em sua carreira na categoria. É a segunda vez que o piloto larga em primeiro nesta temporada.

O alemão foi 168 milésimos mais rápido que Raikonen e 254 mais veloz que Bottas. Vettel lidera o mundial um ponto a frente do britânico Lewis Hamilton (Mercedes).

"É uma pista que eu gosto muito. Conseguir a pole neste sol e diante de todos os apaixonados pela corrida é algo muito agradável", declarou o tetracampeão do mundo.

Dupla vermelha

Na corrida de domingo, a primeira fila vai ser dobradinha da Ferrari, o que não é surpresa. A escuderia italiana, que perdeu o pique nas últimas corridas, aproveitou o traçado estreito e sinuoso do circuito para tirar o melhor rendimento do carro. O Hungaroring tem características parecidas com Monaco, que teve dobradinha vermelha.

"Constatamos que não estamos em boa forma aqui. Precisamos melhorar neste tipo de circuitos", reconheceu Bottas.

Hamilton, por outro lado, completa a segunda fila atrás do companheiro de Mercedes. O britânico foi 431 milésimos mais lento que Vettel. Recordista em vitórias na Hungria, Hamilton pareceu ter problemas de aderência com seu par de rodas traseiras desde sexta-feira.

Os dois carros da Red Bull completam a terceira fila, com o holandês Max Verstappen largando em quinto e o australiano Daniel Ricciardo em sexto. Já a McLaren recupera o sorriso com a sétima e a oitava posição do gride, ocupadas pelo espanhol Fernando Alonso e o belga Stoffel Vandoorne, respectivamente.

Clasificação:
1. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) 1:16.276
(media: 206,770 km/h)
2. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) 1:16.444
3. Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) 1:16.530
4. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:16.693
5. Max Verstappen (HOL/Red Bull-TAG Heuer) 1:16.797
6. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-TAG Heuer) 1:16.818
7. Nico Hülkenberg (ALE/Renault) 1:17.468
8. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) 1:17.549
9. Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren-Honda) 1:17.894
10. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Renault) 1:18.311

Eliminados na Q2:
11. Jolyon Palmer (GBR/Renault) 1:18.415
12. Esteban Ocon (FRA/Force India) 1:18.495
13. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) 1:18.538
14. Sergio Pérez (MEX/Force India) 1:18.639
15. Romain Grosjean (FRA/Haas) 1:18.771

Eliminados na Q3:
16. Kevin Magnussen (DIN/Haas) 1:19.095
17. Lance Stroll (CAN/Williams) 1:19.102
18. Pascal Wehrlein (ALE/Sauber) 1:19.839
19. Paul di Resta (GBR/Williams) 1:19.868
20. Marcus Ericsson (SUE/Sauber) 1:19.972

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247