Maurren é ouro no salto em distância no Troféu Brasil

Campe olmpica confirma favoritismo e vence com folga neste domingo, no Estdio do Ibirapuera, em So Paulo

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

A saltadora Maurren Maggi confirmou o seu favoritismo e venceu com facilidade a disputa do salto em distância neste domingo no Troféu Brasil, realizado no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, em São Paulo. Com folga, a campeã olímpica atingiu 6,74 metros na sua terceira tentativa.

A marca foi suficiente para lhe render o título do campeonato. A principal saltadora do País chegou a correr riscos de ficar fora da disputa do torneio por conta de dores na coxa e agora vai se concentrar na preparação para o Mundial de Atletismo e os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Nessas competições, ela espera saltar 7 metros.

Antes, Marren havia "queimado" o primeiro salto e atingiu 6,65 metros no segundo. Depois de alcançar 6,74 metros, abdicou das outras tentativas. O pódio da disputa do salto em distância foi completado por Eliane Martins, com 6,58 metros, e Vanessa Vieira Seles, com 6,48 metros.

ÍNDICE - Jailma Sales se classificou para a disputa do Mundial de Atletismo em Daegu, na Coreia do Sul, entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro. Ela venceu a prova dos 400 metros com barreiras no Troféu Brasil e conquistou o índice para a competição com o tempo de 56s38. Esta será a primeira participação de Jailma em uma prova individual no Mundial, já que antes ela participou da equipe brasileira de revezamento.

SALTO TRIPLO - Sem a presença de Jadel Gregório, a prova do salto triplo foi vencida por Jefferson Dias Sabino, com 17,07 metros. Ele já estava classificado para o Mundial de Atletismo e para os Jogos Pan-Americanos. "Vinha treinando bem, mas não vinha acertando os saltos. Agora é seguir treinando para conseguir um melhor resultado no mundial, que será muito forte com a presença de atletas finalistas olímpicos. Vou trabalhar também para controlar minha ansiedade, porque isso às vezes me atrapalha um pouco nas competições", disse.

Hilton da Silva terminou a disputa em segundo lugar, com 16,93 metros, e superou por 1 centímetro o índice para o Mundial. "Estou contente porque o objetivo inicial era este, de conquistar a vaga para o Mundial. Ao mesmo tempo um pouco decepcionado porque poderia ter conseguido saltar 17 metros. Minha expectativa aqui era de fazer até 17,30m. Quem sabe consiga esta marca na Universíade e com isso garanta também minha ida ao Pan-americano", afirmou.

200 METROS - Ana Cláudia Lemos terminou o Troféu Brasil com três medalhas de ouro. Depois de vencer as provas dos 100 metros rasos e do revezamento 4x100 metros, ela ganhou a disputa dos 200 metros rasos, com 22s68. Assim, não conseguiu superar o recorde sul-americano que havia conquistado no sábado, com 22s48 mas confirmou o seu índice para o Mundial.

"Superei dois recordes importantes da Lucimar Moura, que foi a melhor velocista brasileira durante muitos anos. Tenho um carinho enorme por ela, que sempre me aconselha e é uma pessoa muito especial", disse Ana Cláudia, que também é recordista sul-americana dos 100 metros rasos.

A versão masculina dos 200 metros foi vencida por Bruno Lins, com o tempo de 20s21, superior ao de 20s16 registrado nas semifinais de sábado, quando bateu o recorde do Troféu Brasil, que perdurava por 22 anos. O velocista também havia vencido a disputa dos 100 metros rasos no Ibirapuera.

"Entrei para competir com corpo e mente muito bons, equilibrados. Na semifinal superei uma marca que era do Robson Caetano e que durava muitos anos. Tem que querer muito e não deixar de sonhar que é possível superar até o recorde brasileiro na prova que é do Claudinei Quirino (19s89, em 1999, em Munique)", afirmou.

RECORDE - Kleberson Davide venceu a prova dos 800 metros com o tempo de 1min44s21 e quebrou o recorde do Troféu Brasil, que era de Zequinha Barbosa, com 1min44s3, obtido em 1983. O atleta já estava classificado para a prova no Mundial de Atletismo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email