Médicos estrangeiros visitam o Hospital de Messejana para conhecer o Programa Coração Artificial

O objetivo é conhecer o serviço da Unidade de Transplante Cardíaco e as experiências com o uso do coração artificial. Em Fortaleza para participar do Simpósio Internacional Assistência Circulatória Mecânica na Insuficiência Cardíaca Aguda, Choque Cardiogênico e ECMO

O objetivo é conhecer o serviço da Unidade de Transplante Cardíaco e as experiências com o uso do coração artificial. Em Fortaleza para participar do Simpósio Internacional Assistência Circulatória Mecânica na Insuficiência Cardíaca Aguda, Choque Cardiogênico e ECMO
O objetivo é conhecer o serviço da Unidade de Transplante Cardíaco e as experiências com o uso do coração artificial. Em Fortaleza para participar do Simpósio Internacional Assistência Circulatória Mecânica na Insuficiência Cardíaca Aguda, Choque Cardiogênico e ECMO (Foto: Renata Paiva)

Ceará 247 - As experiências com o uso do coração artificial no Ceará motivaram a visita de médicos estrangeiros ao Hospital de Messejana nesta segunda-feira, dia 30. O objetivo é conhecer o serviço da Unidade de Transplante Cardíaco e as experiências com o uso do coração artificial. Em Fortaleza para participar do Simpósio Internacional Assistência Circulatória Mecânica na Insuficiência Cardíaca Aguda, Choque Cardiogênico e ECMO, que será realizado no Hotel Gran Marquise, em Fortaleza, no mesmo dia, os médicos desejam trocar experiências com a equipe cearense que é referência na área.

A proposta do coordenador cirúrgico da equipe do Messejana, Juan Mejia, também realizador do simpósio, é atrair novos profissionais para a área da saúde cardíaca, transplantes e corações artificiais. Um universo novo ao alcance da medicina na pós-modernidade. "Essa troca de experiências é importante para fomentar o interesse pelo assunto entre os profissionais de saúde daqui e entre a sociedade​", ressaltou Juan Mejia. Pioneiro nas regiões Norte e Nordeste do país na implantação dos dispositivos de Assistência Circulatória Mecânica (ECMO), conhecidos como corações artificiais, o Hospital de Messejana já implantou o equipamento em 27 pacientes, de 2009 até hoje.

Hoje já é possível contar com uma série de ECMO.  Eles têm salvado vidas e possibilitado uma nova chance a pacientes com poucas expectativas de vida e em situações de sério comprometimento do sistema cardiovascular, que entra em colapso, por exemplo, após um grave infarto do miocárdio.

Mas como estes equipamentos devem ser usados? Em que circunstâncias devem entrar no tratamento de um paciente? E como utilizá-los? É preciso aprender a lidar com este tipo de máquina que imita a perfeição do corpo humano. Responder esses e outros questionamentos e estimular o interesse por essa área da medicina é a proposta do Simpósio Internacional Assistência Circulatória Mecânica na Insuficiência Cardíaca Aguda, Choque Cardiogênico e ECMO. O evento tem o apoio do Hospital de Messejana. As inscrições para o evento são gratuitas e limitadas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247