Megadelatado, Aécio prega ética à juventude tucana

Citado por vários delatores da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez um discurso em que pregou o resgate da ética no encontro da Juventude Nacional do PSDB; “Nessa hora de tanta desmoralização que estamos assistindo no Brasil, só tem uma razão que justifica a gente fazer política: é acreditar. Não dá para você ficar na política ou para querer um cargo, querer uma posição, querer um benefício,  qualquer que seja", diz ele; na mais recente delação, ele foi acusado de cobrar propina de 3% nas obras da Cidade Administrativa

Citado por vários delatores da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez um discurso em que pregou o resgate da ética no encontro da Juventude Nacional do PSDB; “Nessa hora de tanta desmoralização que estamos assistindo no Brasil, só tem uma razão que justifica a gente fazer política: é acreditar. Não dá para você ficar na política ou para querer um cargo, querer uma posição, querer um benefício,  qualquer que seja", diz ele; na mais recente delação, ele foi acusado de cobrar propina de 3% nas obras da Cidade Administrativa
Citado por vários delatores da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez um discurso em que pregou o resgate da ética no encontro da Juventude Nacional do PSDB; “Nessa hora de tanta desmoralização que estamos assistindo no Brasil, só tem uma razão que justifica a gente fazer política: é acreditar. Não dá para você ficar na política ou para querer um cargo, querer uma posição, querer um benefício,  qualquer que seja", diz ele; na mais recente delação, ele foi acusado de cobrar propina de 3% nas obras da Cidade Administrativa (Foto: Leonardo Attuch)

Minas 247 – Citado por vários delatores da Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez um discurso em que pregou o resgate da ética no encontro da Juventude Nacional do PSDB:

“Nessa hora de tanta desmoralização que estamos assistindo no Brasil, só tem uma razão que justifica a gente fazer política: é acreditar. Não dá para você ficar na política ou para querer um cargo, querer uma posição, querer um benefício,  qualquer que seja. Para fazer política, as pessoas de bem, se a gente sonhar, se a gente acreditar, é a política que vai transformar a vida das pessoas. Não tem política onde não tem democracia. Vamos resgatar a boa política”, ressaltou. 

Na mais recente delação, ele foi acusado de cobrar propina de 3% nas obras da Cidade Administrativa, por Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247