Mendonça Filho apresenta Projeto de Lei para reduzir o preço das passagens de ônibus

A proposta do deputado federal a de diminuir a 0% as alquotas das Contribuies Sociais para o Pis/Pasep e Cofins sobre as receitas da atividade de transporte municipal

Mendonça Filho apresenta Projeto de Lei para reduzir o preço das passagens de ônibus
Mendonça Filho apresenta Projeto de Lei para reduzir o preço das passagens de ônibus (Foto: Brizza Cavalcante/SEFOT-SECOM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bruna Cavalcanti_247 - Quem utiliza o transporte público sabe que, na maioria das vezes, a alta tarifa paga pelo usuário não é refletida no aumento da qualidade do serviço que é oferecido pelas empresas de ônibus. Pensando nisso, o deputado federal Mendonça Filho (DEM) apresentou, nesta quinta-feira (17), um Projeto de Lei, na Câmara Federal, que tem o objetivo de reduzir a 0% as alíquotas das Contribuições Sociais para o Pis/Pasep e Cofins sobre as receitas da atividade de transporte municipal.

“A redução de impostos diminui os custos e repercute diretamente no preço que a população e, principalmente, o trabalhador, vai pagar”, explicou Mendonça Filho. De acordo com o deputado, a maioria das cidades brasileiras enfrenta grandes problemas de congestionamento e, por isso mesmo, a melhora no acesso e na qualidade do transporte público do país desafogaria o trânsito.

“Os investimentos em linhas de metrô nos grandes centros urbanos têm se mostrado insuficientes para atender às demandas da sociedade, de forma que um estímulo ao transporte coletivo urbano no âmbito dos municípios revela-se uma medida necessária”, afirmou Mendonça.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email