Meninas de Ouro desfilam em São Paulo

Atletas da seleção feminina de vôlei percorreram o centro de São Paulo em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros; time brasileiro conquistou a medalha de ouro em disputa, no último sábado, contra a seleção dos Estados Unidos, na Olimpíada de Londres

Meninas de Ouro desfilam em São Paulo
Meninas de Ouro desfilam em São Paulo (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Brasil - As atletas da seleção feminina de vôlei, ganhadoras da medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres, chegaram na manhã de hoje (13) a São Paulo. Após concederem entrevista coletiva no Aeroporto Internacional de Guarulhos, as jogadoras desfilaram em carro aberto pelas ruas da capital paulista.

Em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros, as atletas partiram da Avenida Tiradentes, passaram pela região da Praça da Sé, no centro de São Paulo, e pela Avenida Paulista. A carreata tinha como destino o Palácio dos Bandeirantes, onde as jogadoras serão recebidas pelo governador do estado, Geraldo Alckmin, no final da tarde.

O time brasileiro conquistou a medalha de ouro em disputa, no último sábado, contra a seleção dos Estados Unidos. O Brasil começou o jogo perdendo o primeiro set, mas virou o jogo e fechou a partida com 3 sets a 1. Em Pequim, nas Olimpíadas de 2008, a seleção feminina já havia ficado com o ouro.

"A gente sabia desde início que os Estados Unidos era o time favorito, é o time que ganhava as últimas competições. Só que a gente sabia também que se nós conseguíssemos chegar a uma final contra os Estados Unidos em um jogo único, tudo poderia acontecer", disse o técnico da seleção, José Roberto Guimarães, único brasileiro a vencer três finais olímpicas (uma com a seleção masculina de vôlei e duas com a feminina).

As jogadoras criticaram os analistas que, durante a competição, não colocaram as brasileiras entre as favoritas à medalha de ouro. "Não é a primeira vez que isso acontece, de desacreditarem a seleção feminina. Em 2008 foi assim. Mas o que importa é que estamos com a medalha no peito. O grupo é forte, unido, um grupo que acreditou o tempo todo que o ouro seria nosso", destacou Sheila Tavares.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email