Mensalão tucano se arrasta na Justiça há cinco anos

Jornal ‘Folha de S. Paulo’ destaca que, ‘apesar dos dez anos de apuração, ainda não há sentença’ sobre escândalo na campanha à reeleição do então governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998; 2 dos 12 réus originais já estão livres de pena por prescrição

2012.04.18 - Comissães Manhã - deputados PSDB
2012.04.18 - Comissães Manhã - deputados PSDB (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 – Apesar dos dez anos de apuração, ainda não há sentença sobre escândalo na campanha à reeleição do então governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB), em 1998. É o que destaca reportagem da ‘Folha de S. Paulo’ desta segunda-feira.

O jornal lembra que 2 dos 12 réus originais - Walfrido dos Mares Guia e Claudio Mourão - já estão livres de pena por prescrição.

Em uma manobra para atrasar o julgamento, Azeredo renunciou ao cargo de deputado federal no início de 2014 para que seu processo, que tramitava no STF, voltasse à primeira instância (leia mais).

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email