Mercadante e Padilha se tornam mais assíduos em SP

Segundo a Folha, pré-candidatos do PT ao governo paulista em 2014, ministro da Educação passou pelo Estado em 55% de suas viagens oficiais; já o titular da Saúde, esteve em SP em 44% de suas viagens; Mercadante seria o nome preferido da presidente Dilma para concorrer contra o governador tucano Geraldo Alckmin

Mercadante e Padilha se tornam mais assíduos em SP
Mercadante e Padilha se tornam mais assíduos em SP
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Os pré-candidatos do PT ao governo paulista em 2014 intensificaram as visitas ao Estado no último ano. Segundo a Folha, os ministros Aloizio Mercadante (Educação) e Alexandre Padilha (Saúde), que usam as viagens para anunciar benefícios para municípios, entregar obras e divulgar ações do governo federal, têm concentrado em São Paulo seus compromissos oficiais fora de Brasília – com custos pagos pela União.

Entre janeiro de 2012 e a última sexta-feira, dos 51 compromissos oficiais longe da capital, Mercadante esteve em SP em 28 deles - ou seja, em 55% das viagens.

Já Padilha foi a São Paulo em 57 dos 130 dias em que teve compromissos oficiais fora de Brasília – ou 44% do total de dias viajados.

O levantamento não inclui as viagens pessoais, nem participação em campanhas eleitorais no ano passado.

Segundo o colunista Ilimar Franco, do Globo, o ministro Aloizio Mercadante é o nome preferido da presidente Dilma para concorrer contra o governador Geraldo Alckmin. Mercadante é um dos ministros mais influentes junto à presidente. Tanto que, há três meses, por sua influência, o projeto do ministro Alexandre Padilha (Saúde) para contratar médicos estrangeiros está parado para avaliação no Planalto.

Mercadante condicionou a decisão de deixar o governo federal para disputar a eleição ao que for melhor para a presidente. "Como exerço uma função de confiança, a presidente Dilma terá um papel decisivo. O que for melhor para ela será o melhor para mim", disse o ministro.

Em conversas reservadas, Lula tem dito que Mercadante será o candidato do PT em São Paulo se quiser. Na última eleição estadual, em 2010, o ministro abriu mão de uma eleição considerada certa para o Senado para concorrer ao governo estadual, e perdeu para o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247