Milan bate Juventus e quebra jejum de 5 anos sem título

O Milan conquistou a Supercopa da Itália depois que o goleiro de 17 anos Gianluigi Donnarumma defendeu a cobrança de Paulo Dybala e garantiu uma vitória por 4 x 3 sobre a Juventus nos pênaltis; Giorgio Chiellini colocou a Juve à frente e Giacomo Bonaventura empatou, ambos no primeiro tempo, e o resultado de 1 x 1 permaneceu após a prorrogação; o time de Milão quebrou o jejum de cinco anos sem conquistar uma taça

O Milan conquistou a Supercopa da Itália depois que o goleiro de 17 anos Gianluigi Donnarumma defendeu a cobrança de Paulo Dybala e garantiu uma vitória por 4 x 3 sobre a Juventus nos pênaltis; Giorgio Chiellini colocou a Juve à frente e Giacomo Bonaventura empatou, ambos no primeiro tempo, e o resultado de 1 x 1 permaneceu após a prorrogação; o time de Milão quebrou o jejum de cinco anos sem conquistar uma taça
O Milan conquistou a Supercopa da Itália depois que o goleiro de 17 anos Gianluigi Donnarumma defendeu a cobrança de Paulo Dybala e garantiu uma vitória por 4 x 3 sobre a Juventus nos pênaltis; Giorgio Chiellini colocou a Juve à frente e Giacomo Bonaventura empatou, ambos no primeiro tempo, e o resultado de 1 x 1 permaneceu após a prorrogação; o time de Milão quebrou o jejum de cinco anos sem conquistar uma taça (Foto: José Barbacena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - O Milan conquistou a Supercopa da Itália nesta sexta-feira, depois que o goleiro de 17 anos Gianluigi Donnarumma defendeu a cobrança de Paulo Dybala e garantiu uma vitória por 4 x 3 sobre a Juventus nos pênaltis.

Giorgio Chiellini colocou a Juve à frente e Giacomo Bonaventura empatou, ambos no primeiro tempo, e o resultado de 1 x 1 permaneceu após a prorrogação.

A primeira cobrança de pênalti de Gianluca Lapadula para o Milan foi defendida por Gianluigi Buffon.

Mario Mandzukic, em seguida, acertou a trave em cobrança para a Juve, antes de Donnarumma conseguir uma defesa linda com uma mão, em chute de Dybala. Isso proporcionou a Mario Pasalic converter a penalidade vencedora.

"Eu não posso descrever o que estou sentindo nem sei o que estava passando pela minha cabeça", disse ele à emissora estadual RAI.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email