Militares querem aumento e programam ações para pressionar

Integrantes da Associação de Cabos e Soldados Militares do Estado de Alagoas (ACS) se reuniram para definir quais serão as próximas ações no sentido de convencer o Governo do Estado a atender a reivindicação da categoria, que cobra reajuste salarial; proposta já foi apresentada, mas o governo não concordou; nota da secretaria do Planejamento diz que” os policiais, assim como os demais servidores, receberam o reajuste salarial de 6,29% anunciado recentemente pelo Executivo”

Integrantes da Associação de Cabos e Soldados Militares do Estado de Alagoas (ACS) se reuniram para definir quais serão as próximas ações no sentido de convencer o Governo do Estado a atender a reivindicação da categoria, que cobra reajuste salarial; proposta já foi apresentada, mas o governo não concordou; nota da secretaria do Planejamento diz que” os policiais, assim como os demais servidores, receberam o reajuste salarial de 6,29% anunciado recentemente pelo Executivo”
Integrantes da Associação de Cabos e Soldados Militares do Estado de Alagoas (ACS) se reuniram para definir quais serão as próximas ações no sentido de convencer o Governo do Estado a atender a reivindicação da categoria, que cobra reajuste salarial; proposta já foi apresentada, mas o governo não concordou; nota da secretaria do Planejamento diz que” os policiais, assim como os demais servidores, receberam o reajuste salarial de 6,29% anunciado recentemente pelo Executivo” (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - Integrantes da Associação de Cabos e Soldados Militares do Estado de Alagoas (ACS) se reuniram na manhã desta quarta-feira (19) para definir quais serão as próximas ações no sentido de convencer o Governo do Estado a atender a reivindicação da categoria, que cobra reajuste salarial.

Há cerca de um mês, os servidores apresentaram uma proposta ao secretário de Gestão Pública e Planejamento, contendo a tabela de reposição do salário. "Nós conversamos ontem (terça-feira, 18) com o governo e, para a nossa surpresa, além de não aceitarem o nosso pedido, não nos ofereceram nenhuma contra-proposta. Isso revoltou os militares", informou o presidente da ACS, cabo Wellington. 

De acordo com o representante dos policiais e bombeiros militares, o Estado teria alegado não haver condições financeiras de bancar o reajuste. "Nós sabemos da repatriação da dívida. O próprio secretário nos falou sobre os reajustes fiscais que fazem com que Alagoas seja, atualmente, o estado que mais arrecada no Brasil. Então, há como se conceder o nosso reajuste", afirmou o militar, destacando a necessidade de valorização da categoria. 

"Nossas ações serão realizadas com o objetivo de alertar o governo sobre a importância de se valorizar os profissionais da segurança pública. O próprio governador Renan Filho utiliza as redes sociais constantemente para falar sobre os bons resultados que a pasta vem tendo. Os índices de violência diminuíram, e todos nós somos responsáveis por isso", emendou Wellington, destacando que os 10,63% reivindicados se referem ainda ao ano de 2015. 

A Gazetaweb manteve contato com a assessoria da Seplag, que se pronunciou por meio de nota. Nela, garante seguir à disposição dos militares para debater quaisquer demandas, destacando a concessão, em 2017, do reajuste de 6,29% para todos os servidores estaduais.

Confira, abaixo, a íntegra da nota:

A Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) esclarece que a Mesa de Negociação Permanente continua sendo o canal de diálogo com os servidores públicos estaduais. O Governo de Alagoas está aberto a receber e conversar com todas as categorias de servidores, colocando-se à disposição para ouvir e debater todas as demandas salariais dos policiais militares de Alagoas, assim como das demais categorias que compõem o funcionalismo do Estado.

É importante ressaltar, ainda, que os policiais, assim como os demais servidores do Executivo alagoano, receberam o reajuste salarial de 6,29% anunciado recentemente pelo Governo do Estado.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247