CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Ministério da Integração reconhece estado de emergência de Pirambu

“O problema do avanço do mar se arrastava há mais de oito meses. Chegou a um limite que a prefeitura não tem mais condição. Encaminhamos um projeto para o ministério, através da Defesa Civil Municipal. O dinheiro chegará para recuperar o trecho da Orla que foi destruído e para fazer todo o estudo da bacia do Rio Japaratuba”, explicou o prefeito Elinho Martins

Ministério da Integração reconhece estado de emergência de Pirambu
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Sergipe 247 - Diante do avanço do mar sobre a Orla do município de Pirambu, o Ministério da Integração Nacional reconheceu o estado de emergência da cidade, o que dará agilidade na liberação de recursos para obras de contenção nos locais onde as águas estão chegando com mais intensidade.

“O problema se arrastava há mais de oito meses. Chegou a um limite que a prefeitura não tem mais condição. Encaminhamos um projeto para o ministério, através da Defesa Civil Municipal. O dinheiro chegará para recuperar o trecho da Orla que foi destruído e para fazer todo o estudo da bacia do Rio Japaratuba”, explicou o prefeito de Pirambu, Elinho Martins (PSC).

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Um grupo já foi montado com a participação com técnicos da Universidade Federal de Sergipe, Ibama, Marinha e Secretaria de Estados do Meio Ambiente, para analisar com profundidade os problemas na região. Não há ainda um prazo sobre a conclusão dos estudos e das obras, mas a verba está assegurada, disse o prefeito.

Com o avanço intenso do mar, cerca de 80 barcos não estão podendo ancorar em Pirambu, o que tem prejudicado milhares de trabalhadores. “Um barco desse emprega 50 pessoas, além daqueles que trabalham nas fábricas de gelo, as marisqueiras. Então, a liberação destes recursos é muito importante para e economia da cidade”, frisa.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO