Ministério eleva casos de microcefalia

O Ministério da Saúde informou que Alagoas registrou 59 casos de microcefalia entre os meses de janeiro a novembro de 2015; 15 casos de microcefalia foram relatados na região metropolitana de Maceió, 21 em Santana do Ipanema, cinco em Delmiro Gouveia, cinco em Penedo, quatro Palmeira dos Índios, três em Arapiraca e um em União dos Palmares

bebe
bebe (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - O Ministério da Saúde informou, nesta segunda-feira (30), que Alagoas registrou 59 casos de microcefalia entre os meses de janeiro a novembro de 2015. O último relatório divulgado pela Secretaria de Saúde (Sesau) apontava 42 casos da doença confirmados no estado. Nesse final de semana, o ministério confirmou a relação entre os casos de microcefalia e zika vírus. 

O diretor do Departamento de Vigilância de Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, informou que no país tem 1.248 casos de microcefalia notificados, em 311 municípios, de 14 unidades da federação. O estado de Pernambuco registra o maior número de casos (646), sendo o primeiro a identificar o aumento de diagnóstico de microcefalia na região. 

Em seguida, estão os estados da Paraíba (248), Rio Grande do Norte (79), Sergipe (77), Alagoas (59), Bahia (37), Piauí (36), Ceará (25), Rio de Janeiro (13), Tocantis (12), Maranhão (12), Goiás (2), Mato Grosso do Sul (1) e Distrito Federal (1). Entre o total de casos, foram notificados sete óbitos. Exames feitos em um bebê nascido no Ceará com microcefalia revelaram a presença do vírus em amostras de sangue e tecidos. 

Ainda conforme os dados, 15 casos de microcefalia foram relatados na região metropolitana de Maceió, 21 em Santana do Ipanema, cinco em Delmiro Gouveia, cinco em Penedo, quatro Palmeira dos Índios, três em Arapiraca e um em União dos Palmares. 

Neste mesmo período, foram registrados cinco casos intrauterinos, identificados a partir de serviços que realizam ultrassonografia nas cidades de Arapiraca, Girau do Ponciano, Canapí um caso suspeito cada e Porto Calvo com 2 casos suspeitos

ÚLTIMOS ANOS

Os dados do Ministério da Saúde mostram que nos últimos quatro anos, em Alagoas, foram registrados 17 casos de microcefalia, sendo três em 2010, sete em 2011, dois em 2012, três em 2013 e dois em 2014. 

Os achados estão sendo divulgados conforme são conhecidos. O objetivo é dar transparência sobre a situação atual, assim como emitir orientações para população e para a rede pública. O Ministério da Saúde também foi notificado, na sexta-feira (27), pelo Instituto Evandro Chagas sobre outros dois óbitos relacionados ao vírus Zika. 

As análises indicam que esse agente pode ter contribuído para agravamento dos casos e óbitos. Esta é a primeira ligação de morte relacionada ao vírus Zika no mundo, o que demostra uma semelhança com a dengue.

Com gazetaweb.com e assessoria

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247