Ministério Público cobra Vilas Olímpicas no DF

Cinco cidades do Distrito Federal aguardam a abertura dos espaos esportivos, idealizados pelo governo Arruda

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Brasília 247 - O Ministério Público do Distrito Federal cobrou do governo a abertura das vilas olímpicas de Santa Maria, Recanto das Emas, Brazlândia, Riacho Fundo I e Gama, que estão com as instalações prontas, mas ainda não abriram as portas para a população. O Procurador Distrital dos Direitos do Cidadão Valdenor Queiroz, e o promotor de Justiça Cláudio Henrique Portela se reuniram na sexta-feira (9) com o secretário de Esportes, Célio René Trindade para tratar do assunto.

De acordo com o secretário de Esporte, falta a contratação de empresas de vigilância e de manutenção, além de professores de Educação Física e salva-vidas, mas os processos de licitação já estão em andamento. Ele lembrou ainda que, com as instalações prontas, é preciso pensar em projetos, junto com a população, para que as vilas possam ser utilizadas da melhor forma possível.

Portela destacou a importância de abrir essas vilas para a comunidade, para diminuir a criminalidade nas cidades do DF, já que muitos jovens não têm o que fazer no turno contrário das aulas.

Até o momento, apenas as vilas olímpicas de três cidades foram inauguradas: Samambaia, Ceilândia e São Sebastião.

Com informações do Ministério Público do Distrito Federal

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247