Ministro em fim de semana na Bahia com avião da FAB

O primeiro relatório das viagens da Força Aérea Brasileira (FAB) divulgado na internet, ontem, revela uso de aeronave oficial pelo ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, General de Exército José Elito Carvalho, para passar o final de semana em Salvador em companhia de mais três pessoas não identificadas pelo órgão; os quatro saíram de Brasília às 13h da última sexta e retornaram apenas às 17h do domingo; motivo da viagem aparece como "residência", apesar de ele ser residente em Sergipe

Ministro em fim de semana na Bahia com avião da FAB
Ministro em fim de semana na Bahia com avião da FAB

Bahia 247

O uso de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) por autoridades políticas possivelmente de forma indevida ganha conhecimento da mídia e da sociedade e a prática já é chamada de 'farra das viagens'. E uma nova ferramenta promete azucrinar a vida de quem faz uso arbitrário das aeronaves: a fiscalização (inclusive popular) na internet.

A FAB passou a divulgar relatórios nesta segunda-feira (15) com os voos que tem entre os passageiros, autoridades políticas. E na primeira listagem, disponibilizada ontem, consta que um avião saiu de Brasília para Salvador na sexta-feira (12) e retornou só no domingo (14) transportando o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, General de Exército José Elito Carvalho.

O sergipano utilizou o avião da FAB na sexta, às 13h, ao lado de outros três passageiros não informados pela FAB. Os quatro retornaram a Brasília às 17h do domingo. O motivo da viagem aparece como "residência".

Autoridades têm como uma das prerrogativas para uso das aeronaves oficiais "deslocamentos para locais de residência permanente". A FAB vai divulgar periodicamente os dados dos voos, mas maiores informações serão passadas pelas assessorias de cada passageiro.

Decisão acontece após políticos utilizarem voos da Força Aérea Brasileira para assistir jogos da Copa das Confederações, a exemplo do presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Recentemente, outro caso que ganhou repercussão foi o do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que pegou carona em um jato oficial para comparecer ao casamento de um aliado, também na Bahia.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247