Ministro garante recursos para abertura de hospital em Quixeramobim

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, garantiu liberação de 50% dos recursos para a abertura do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. O governador Camilo Santana e o secretário da Fazenda, Mauro Filho, estiveram em Brasília para audiência com o titular da pasta

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, garantiu liberação de 50% dos recursos para a abertura do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. O governador Camilo Santana e o secretário da Fazenda, Mauro Filho, estiveram em Brasília para audiência com o titular da pasta
O ministro da Saúde, Marcelo Castro, garantiu liberação de 50% dos recursos para a abertura do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. O governador Camilo Santana e o secretário da Fazenda, Mauro Filho, estiveram em Brasília para audiência com o titular da pasta (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - O governador Camilo Santana reuniu-se nesta quarta-feira (30), em Brasília, com o ministro da Saúde, Marcelo Castro. Na audiência, o ministro garantiu a liberação dos recursos (50% do custeio) para a abertura do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. A previsão é de que a unidade de saúde seja aberta à população no primeiro trimestre de 2016.

“Solicitei ao ministro a garantia dos recursos de 50% do custeio para colocarmos em funcionamento o hospital, algo que já estava acordado antes da troca no ministério. Agora, ele garantiu a liberação para o início do ano. A unidade é muito importante não só para o Sertão Central, mas para todo o nosso estado”, afirmou o governador Camilo Santana, que estava acompanhado do secretário da Fazenda, Mauro Filho e do deputado federal e líder do Governo, José Guimarães.

O Hospital e Maternidade do Sertão Central (HRSC), localizado na Rodovia CE 060, quilômetro 198 (Estrada do Algodão), hosem Quixeramobim, é o terceiro hospital construído no interior pelo Governo do Estado. A estimativa para custear o equipamento é de R$ 100 milhões por ano.

Com 269 leitos, o novo hospital da rede pública estadual atenderá a população de 625.641 habitantes dos municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira, Madalena, Paramoti, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Senador Pompeu, Solonópole, Aiuaba, Arneiroz, Parambu, Tauá e Quixeramobim.

Do total de leitos, 209 são de internação geral. O hospital possui ainda 60 leitos de UTI. Destes, 20 para adultos e 10 pediátricos, além de 30 leitos de UTI na neonatologia. São nove salas de cirurgia.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247