Missão chega a São Petersburgo e atrai novos negócios

Missão comercial goiana a três países do leste europeu iniciou nesta quinta-feira a etapa de São Petersburgo, na Rússia, após concluídos três dias de rodadas de negócios em Moscou; principal agenda da comitiva chefiada pelo vice-governador José Eliton foi a participação no Cluster de Tecnologia da Informação e Engenharia e visita técnica à Kyrov Petersburg, tradicional unidade industrial de tratores e máquinas agrícolas; comercialização da carne goiana, em especial aves, teve amplo interesse junto aos investidores locais

Missão comercial goiana a três países do leste europeu iniciou nesta quinta-feira a etapa de São Petersburgo, na Rússia, após concluídos três dias de rodadas de negócios em Moscou; principal agenda da comitiva chefiada pelo vice-governador José Eliton foi a participação no Cluster de Tecnologia da Informação e Engenharia e visita técnica à Kyrov Petersburg, tradicional unidade industrial de tratores e máquinas agrícolas; comercialização da carne goiana, em especial aves, teve amplo interesse junto aos investidores locais
Missão comercial goiana a três países do leste europeu iniciou nesta quinta-feira a etapa de São Petersburgo, na Rússia, após concluídos três dias de rodadas de negócios em Moscou; principal agenda da comitiva chefiada pelo vice-governador José Eliton foi a participação no Cluster de Tecnologia da Informação e Engenharia e visita técnica à Kyrov Petersburg, tradicional unidade industrial de tratores e máquinas agrícolas; comercialização da carne goiana, em especial aves, teve amplo interesse junto aos investidores locais (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - A missão comercial goiana a três países do leste europeu iniciou nesta quinta-feira (25) a etapa de São Petersburgo, na Rússia, após concluídos três dias de rodadas de negócios em Moscou. A principal agenda da comitiva chefiada pelo vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico (SED), José Eliton, foi a participação no Cluster de Tecnologia da Informação e Engenharia e visita técnica à Kyrov Petersburg, unidade industrial de tratores e máquinas agrícolas, fundada em 1801. A comercialização da carne goiana, em especial aves, teve amplo interesse junto aos investidores locais.

O vice-governador José Eliton também cumpriu agenda e teve importante compromisso logo que desembarcou na estação de trem local. Ele foi recebido em audiência pelo vice-governador de São Petersburgo, Serguey Movchan. As duas partes reiteraram interesses comuns no sentido de promover aproximação institucional e econômica. A audiência teve as participações do representante da Assembleia Legislativa, deputado Zé Antônio (PTB), e do superintendente de Comércio Exterior da SED, Luiz Medeiros Pinto.

“Queremos crescer de mãos dadas com a Rússia”, disse o vice-governador durante apresentação das potencialidades de Goiás no Cluster de Tecnologia da Informação e Engenharia. Ele destacou que, desde a última missão àquele país, há quatro anos, Goiás ampliou o comércio com os russos em mais de 149%. O Estado exporta principalmente carnes e soja e importa fertilizantes essenciais para a produção agrícola. “Nossos interesses são convergentes. Temos que aproveitar essa janela de oportunidades”, disse.

José Eliton, ao acentuar Goiás como a oitava potência econômica do país, disse que “nosso Estado está para o Brasil, assim como o Brasil está para o mundo”. De acordo com o vice-governador, o PIB goiano é superior ao de países como Uruguai e Bulgária.

Tratores

Em turmas separadas, o vice-governador José Eliton e a comitiva de empresários comandada pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Pedro Alves, visitaram a unidade de produção da Kyrov Petersburg, unidade industrial de tratores e máquinas agrícolas. O local é carregado de histórias e célebre por ter sido o epicentro das revoluções russa de 1905 e a de outubro de 1917. “Aqui foi construído o primeiro trilho da Rússia, o primeiro trem, o primeiro tanque de guerra, o primeiro trator”, disse George Pertenava, diretor comercial da empresa.

A comitiva goiana, além de conhecer cada uma das etapas de fabricação, teve acesso ao principal modelo da companhia, um trator avaliado em R$ 100 mil. Diretor de Desenvolvimento, Alexander Antipov descreveu alguns detalhes da histórica indústria de tratadores: produção de 112 unidades/mês, 1.700 funcionários que trabalham 40 horas semanais e com salário médio de US$ 1 mil.

ExpoForum

No primeiro compromisso, a comitiva goiana em São Petersburgo visitou o que é considerada uma obra de grande dimensão na Rússia: a moderna sede do ExpoForum, congresso e complexo de exposições. O local fornece serviços de classe mundial, organização de eventos para exposições, conferências e acesso a mercados com forte potencial. O local conta com uma ampla rede de parceiros, bancos de dados específicos do setor de empresas de projetos e estruturas auxiliares: transporte e logística, turismo, stands e cooperação com operadores de exposições internacionais.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247