Missão goiana prospecta novos mercados em Belarus

Estado de Goiás e a República de Belarus manifestam interesses convergentes no sentido de ampliar a corrente comercial, bem como as estratégias e diretrizes para fazer avançar o mercado; essa foi a tônica da reunião no Comitê Executivo da Região de Minsk com a comitiva goiana liderada pelo vice-governador José Eliton do organismo, Makár Ígor Nikoláevich. “Nosso potencial de cooperação é grande”, afirmou o presidente do Comitê

Estado de Goiás e a República de Belarus manifestam interesses convergentes no sentido de ampliar a corrente comercial, bem como as estratégias e diretrizes para fazer avançar o mercado; essa foi a tônica da reunião no Comitê Executivo da Região de Minsk com a comitiva goiana liderada pelo vice-governador José Eliton do organismo, Makár Ígor Nikoláevich. “Nosso potencial de cooperação é grande”, afirmou o presidente do Comitê
Estado de Goiás e a República de Belarus manifestam interesses convergentes no sentido de ampliar a corrente comercial, bem como as estratégias e diretrizes para fazer avançar o mercado; essa foi a tônica da reunião no Comitê Executivo da Região de Minsk com a comitiva goiana liderada pelo vice-governador José Eliton do organismo, Makár Ígor Nikoláevich. “Nosso potencial de cooperação é grande”, afirmou o presidente do Comitê (Foto: José Barbacena)

Goiás 247 - O Estado de Goiás e a República de Belarus manifestam interesses convergentes no sentido de ampliar a corrente comercial, bem como as estratégias e diretrizes para fazer avançar o mercado. Esta foi a tônica da reunião no Comitê Executivo da Região de Minsk, compromisso da missão goiana nesta segunda-feira (29). A comitiva brasileira foi recepcionada pelo primeiro vice-governador do organismo, Makár Ígor Nikoláevich. “Nosso potencial de cooperação é grande”, disse ele.

O vice-governador José Eliton reiterou a determinação do governo de Goiás para ampliar relações comerciais com Belarus. Um dos pontos centrais de sua intervenção foi no sentido de retomar o processo de exportação de carnes e superar o atual embargo. “Temos um rebanho com cerca de 20 milhões de cabeças de gado. Exportamos carnes praticamente para todo o planeta. Temos condições sanitárias adequadas para retomar o processo de comercialização. Nosso produto já chega na Europa, Rússia, EUA, Austrália e, agora mesmo, o mercado chinês se abriu. Essa pauta é muito relevante”, disse Eliton.

“Se, no passado, a distância e as diferenças culturais nos separavam, hoje são fatores que nos aproximam devido às mudanças da geopolítica mundial”, disse o vice-governador. Pela parte brasileira, fizeram apresentações o representante da Assembleia Legislativa, deputado Zé Antônio (PTB), e o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Pedro Alves.

“Buscamos em Belarus parceiro comercial no centro da Europa, da mesma forma que o Estado pode ser um porto seguro para este país no centro do Brasil”, continuou Eliton. Ele manifestou também interesse de ampliar relações de natureza cultural, com intercâmbio de conhecimento entre instituições de ensino superior.

“Belurus fará de tudo para ampliar as relações em todos os setores”, disse o vice-governador do Comitê Executivo da Região de Minsk, Makár Ígor Nikoláevich. Segundo ele, o país quer ampliar a comercialização de cloreto de potássio para Goiás e expressou intercâmbio em questões de âmbito científico. Ofereceu veículos automotivos, incluindo tratores e caminhões. Reiterou interesse em alimentos produzidos no Estado e disse que no setor de fármacos “o potencial é bem alto”.


Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247