Módulo odontológico está parado há 2 anos

Localizado no bairro do Vergel do Lago, em Maceió, o Módulo Odontológico do município de Maceió não funciona há dois anos. O prédio chegou a ser reformado, porém ainda depende de uma licitação para aquisição de equipamentos.

Localizado no bairro do Vergel do Lago, em Maceió, o Módulo Odontológico do município de Maceió não funciona há dois anos. O prédio chegou a ser reformado, porém ainda depende de uma licitação para aquisição de equipamentos.
Localizado no bairro do Vergel do Lago, em Maceió, o Módulo Odontológico do município de Maceió não funciona há dois anos. O prédio chegou a ser reformado, porém ainda depende de uma licitação para aquisição de equipamentos. (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - O que deveria ser um local destinado ao atendimento diário de cerca de 100 crianças, o Módulo Odontológico do Vergel do Lago, situado na Avenida Monte Castelo, em Maceió, transformou-se em um ambiente abandonado e sem perspectiva para “acolher” a comunidade do entorno. Há dois anos, nenhum funcionário aparece na clínica. 

O morador Walter Barreto há sete anos reside ao lado do módulo. Segundo ele, o local passou por uma reforma geral e não mais abriu as portas, deixando o público infantil desassistido. “Quando aqui cheguei, o local funcionava muito bem. Mas, de repente, os atendimentos foram suspensos, sem que nos tenham repassado alguma explicação. Faziam até fila na calçada para atendimento”, disse o morador. 

Já uma funcionária da Escola Municipal Rui Palmeira, que também fica ao lado do Módulo, confirmou a paralisação dos trabalhos, alegando desconhecer as razões para o fato. “Realmente não sei do que se trata. Apenas ouço as reclamações dos moradores da região, cujas crianças eram atendidas pelo SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirmou. 

Já a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio de sua assessoria, informou que o órgão apenas aguarda a realização de processo licitatório para adquirir materiais considerados essenciais à realização dos serviços. Assim que equipamentos chegarem, ainda de acordo com a assessoria, os trabalhos serão retomados, com cerca de 20 especialistas já à disposição da Secretaria - que, no entanto, diz não haver previsão para a reabertura do posto de atendimento.

Com gazetaweb.com

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email