Mortes caem 50% em SP. Deve ser culpa do Haddad...

Um dado impressionante acaba de ser divulgado pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo: os acidentes de trânsito com mortes caíram 50% na maior cidade do País, em comparação ao mesmo período do ano passado; o principal motivo é a redução de velocidade nas principais vias de São Paulo; política pública, adotada pelo prefeito Fernando Haddad, não só reduziu as mortes no trânsito, como também ampliou a velocidade média, uma vez que houve menos congestionamentos decorrentes de acidentes – ainda assim, Haddad tem sido duramente atacado por setores da sociedade, que o apelidaram de "Radard" nas redes sociais, como se seu objetivo fosse o de alimentar a indústria de multas na cidade

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SP 247 – Um dado impressionante acaba de ser divulgado pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo: os acidentes de trânsito com mortes caíram 50% na maior cidade do País, em comparação ao mesmo período do ano passado.

O número de ocorrências registradas na polícia foi de 23 casos em setembro deste ano ante 46 em 2014. Os casos culposos, aqueles não intencionais, caíram de 38 em setembro de 2014 para 21 no mesmo mês deste ano. Nos casos dolosos, a queda foi de 8 casos em setembro do ano passado para 2 em setembro deste ano.

O principal motivo é a redução de velocidade nas principais vias de São Paulo. Nas pistas laterais das marginais, a velocidade máxima foi limitada a 50 km/h. Nas vias expressas, a 70 km/h.

Esta política pública, adotada pelo prefeito Fernando Haddad, não só reduziu as mortes no trânsito, como também ampliou a velocidade média, uma vez que houve menos congestionamentos decorrentes de acidentes.

Ainda assim, Haddad tem sido duramente atacado pela por setores da sociedade, que o apelidaram de "Radard", nas redes sociais, como se seu objetivo fosse o de alimentar a indústria de multas na cidade.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email