CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Motoqueiros com pé no freio

Astros da motovelocidade, como Valentino Rossi, no querem correr no Japo, por medo da radioatividade

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Valentino Rossi e Jorge Lorenzo, dois dos principais pilotos da MotoGP, admitiram que não querem correr a etapa do Japão por temerem os efeitos da radiação, após o terremoto, seguido por um tsunami, que atingiu o país no início deste ano. Rossi prefere ficar fora da corrida no dia 2 de outubro e espera que os organizadores, pilotos e equipes decidam pelo cancelamento da prova em Motegi.

"As pessoas têm muito medo", disse Rossi, heptacampeão da MotoGP. "O problema é, por exemplo, que eu realmente não sei se o perigo é real. Todo mundo que eu conheço no paddock pensa o mesmo, preferem não ir ao Japão. Vamos esperar que possamos chegar a um consenso e não ir".

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Lorenzo tem a intenção de convencer os pilotos a boicotar a corrida em Motegi, que fica ao norte de Tóquio, mas distante das áreas mais afetadas pela radiação. "Para estar se perguntando toda a sua vida se [a radiação o] afetará, você não fica bem", disse o atual campeão da MotoGP. "Eu vou tentar convencer o máximo possível de pilotos para não correr no Japão".

"Eu não quero ir. Eu sou muito jovem e eu não quero estar me perguntando em 20 anos se eu vou ter algum tipo de reação ou se meus filhos vão nascer com algum tipo de deformidade", disse, ao jornal espanhol El País.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O terremoto e o tsunami de março deixaram 24 mil pessoas mortas ou desaparecidas. Além disso, uma estação de energia em Fukushima foi danificada. Os trabalhadores têm lutado para conseguir manter a planta sob controle.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Carregando...

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO