Motrisa entrega projeto de demolição ao MTE

O novo projeto de demolição da estrutura de concreto que ameaça desabar do Moinho Motrisa – elaborado por uma empresa do Ceará - deve ser entregue nesta quarta-feira (16) ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Representantes da empresa acreditam que é possível – caso o parecer do MTE seja favorável – a demolição acontecer ainda esta semana

O novo projeto de demolição da estrutura de concreto que ameaça desabar do Moinho Motrisa – elaborado por uma empresa do Ceará - deve ser entregue nesta quarta-feira (16) ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Representantes da empresa acreditam que é possível – caso o parecer do MTE seja favorável – a demolição acontecer ainda esta semana
O novo projeto de demolição da estrutura de concreto que ameaça desabar do Moinho Motrisa – elaborado por uma empresa do Ceará - deve ser entregue nesta quarta-feira (16) ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Representantes da empresa acreditam que é possível – caso o parecer do MTE seja favorável – a demolição acontecer ainda esta semana (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - O novo projeto de demolição da estrutura de concreto que ameaça desabar do Moinho Motrisa – elaborado por uma empresa do Ceará - deve ser entregue nesta quarta-feira (16) ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A informação é do gerente de marketing da indústria, Rafael Benedetti. Moradores foram informados hoje – durante uma reunião - sobre o andamento dos trabalhos.

Na avaliação de representantes da empresa, é possível que – caso o parecer do MTE seja favorável – a demolição aconteça na quinta ou sexta-feira. Até lá, a empresa, residências e estabelecimentos continuarão interditados, devido ao desabamento de um dos silos do moinho, no Poço. "Vamos entregar o projeto amanhã, com todos os requisitos que foram solicitados pela empresa", afirmou Benedetti.

Segundo o gerente de marketing, a KM Engenharia, responsável pelo projeto de demolição, atende todos os requisitos necessários para a operação. "Nossa reunião foi para informar sobre os trabalhos. Até o meio-dia de amanhã, iremos entregá-lo ao ministério", disse Rafael Benedetti.

O coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Edvaldo Nunes, declarou que o próximo passo será a entrega do projeto pela empresa.

O desabamento em Maceió completou uma semana nessa segunda-feira (14). Porém, até agora, os moradores e comerciantes não sabem exatamente quando voltarão para suas casas ou poderão reabrir seus estabelecimentos comerciais, localizados na Avenida Comendador Leão.

Cerca de 70 moradores – de 27 casas - que moravam no entorno da empresa, além de 15 estabelecimentos localizados na Comendador Leão, foram afetados pelo acidente que deixou cinco feridos.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247