MP pede a abertura de inquérito policial para apurar denúncias contra Prior, do 'BBB'

"O MPSP requisitou instauração de inquérito policial para apuração dos fatos. O caso está sob sigilo", informou o órgão. A Justiça negou o pedido de medida protetiva feito pela defesa das três mulheres que o acusam de violência sexual

(Foto: Reprodução Instagram))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público de São Paulo pediu a abertura de inquérito policial para apurar as denúncias contra o ex-participante do reality da Rede Globo, Big Brother Brasil, Felipe Prior. A informação é da colunista do jornal O Glob, Patrícia Kogut.

"O MPSP requisitou instauração de inquérito policial para apuração dos fatos. O caso está sob sigilo", informou o MP.

O caso veio à tona após a revista "Marie Claire" publicar os relatos de três mulheres que declararam terem sido vítimas de estupro e de tentativa de estupro durante festas universitárias ocorridas em São Paulo nos anos de 2014, 2016 e 2018. 

Medidas protetivas

Em outra decissão da Justiça, a juíza Patrícia Álvares Cruz, do Foro Criminal da Barra Funda, em São Paulo, negou o pedido de medida protetiva que proibiria Felipe Prior de manter contato com as mulheres que o acusam de violência sexual.

“Em primeiro lugar, trata-se de três estupros, sem qualquer conexão, supostamente ocorridos em anos diversos, dois deles em comarcas diferentes, quais sejam Biriba Mirim e Itapetininga. Evidente, pois, que falta a este juízo competência para apreciar os pedidos. […] Por fim, não vislumbro motivo para o deferimento da medida cautelar pretendida. Os fatos ocorreram há anos e as mensagens juntadas mencionam apenas anúncios de futuras medidas judiciais, sem qualquer sugestão ameaçadora”, escreveu a juíza em sua decisão.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email