MPE vê deficiência na construção de casas

O promotor de Justiça de Rio Largo, Jorge Bezerra, iniciou nesta terça-feira (9) a coleta de informações no município para elaborar um relatório que será entregue ao procurador-geral de Justiça de Alagoas, Sérgio Jucá, sobre a construção de casas para os desabrigados das enchentes de 2010. Conjuntos construídos em Rio Largo, União dos Palmares e Murici foram inundados no dia 3 de julho, pelas chuvas caíram na região. Os ocupantes das moradias do chamado “Programa de Reconstrução” ficaram novamente desalojados. O promotor descreveu a situação como “caótica”.    

MPE vê deficiência na construção de casas
MPE vê deficiência na construção de casas

Alagoas247 - O promotor de Justiça de Rio Largo, Jorge Bezerra, fez uma inspeção, na manhã desta terça-feira (9), no conjunto Bosque dos Palmares, naquele município, onde encontrou indícios de deficiência na construção das casas. As moradias, que haviam sido construídas para as famílias atingidas pela enchente de 2010, foram inundadas após as fortes chuvas do último dia 3 e centenas de pessoas ficaram novamente desalojadas.

Acompanhado de agentes da Defesa Civil Municipal e de um engenheiro do Ministério Público Estadual (MPE/AL), o promotor faz um levantamento a fim de coletar informações que apontem as possíveis causas para a recente inundação.

 “A princípio, vemos que há dificuldade na coleta de lixo e obstruções na rede de esgoto. Em muitas casas, a água está retornando para os banheiros e o conteúdo da caixa de esgoto está saindo para a rua. A situação é caótica”, descreveu o promotor.

Para o membro do Ministério Público, há indícios de que houve problemas na edificação do conjunto. “A primeira impressão que estou tendo é de que houve deficiência na construção das casas”, disse Bezerra.

Questionado se a empresa responsável pela construção pode ser responsabilizada e quais as penalidades que ela pode sofrer, o promotor afirmou que prefere esperar até que todo o levantamento seja concluído para falar sobre o assunto.

Quando todas as informações forem coletadas, Bezerra irá elaborar um relatório, que será levado ao procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá.

INUNDAÇÃO – Conjuntos construídos para as vítimas da enchente de 2010 em Rio Largo, União dos Palmares e Murici que haviam sido entregues recentemente foram inundados no dia 3 de julho, quarta-feira, depois que fortes chuvas caíram na região. Os ocupantes das moradias do chamado “Programa de Reconstrução” ficaram novamente desalojados.

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247