MPF também pede que Cid devolva cachê de Ivete

Ministério Público Federal no Ceará quer que o governador restitua os R$ 650 mil do próprio bolso para reverter ao Instituto José Frota, um hospital de emergência

MPF também pede que Cid devolva cachê de Ivete
MPF também pede que Cid devolva cachê de Ivete
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público Federal no Ceará entrou ontem na Justiça com um pedido contra o governador Cid Gomes (PSB) para a devolução do cachê de R$ 650 mil pago à cantora Ivete Sangalo.

O show foi realizado no dia 18, na inauguração de um hospital em Sobral (240 km de Fortaleza), berço político dos irmãos Cid e Ciro Gomes.

O procurador da República Oscar Costa Filho pediu que a restituição seja feita com os recursos do próprio governador ao Instituto José Frota, um hospital de emergência. Segundo o MP, a verba foi retirada do Fundo Municipal de Saúde (FMS).

“O que ele vem fazendo são privilégios. Isso viola o princípio da moralidade administrativa. Nós vivemos hoje uma verdadeira crise de atendimento nas emergências dos hospitais públicos, que não têm estrutura. É um desrespeito com os pacientes que estão nas filas”, argumenta o procurador.

Ele pede também à Justiça que proíba Cid de usar recursos públicos vinculados, direta ou indiretamente, à saúde pública para a realização de eventos festivos.

A despesa também é questionada pelo Ministério Público de Contas, órgão do Tribunal de Contas do Estado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247