MPPE quer vetar prévias nas ruas do Recife

rgo fiscalizador expediu uma recomendao para que trs agremiaes carnavalescas no desfilem em vias pblicas; MPPE alega que essas festividades estariam indiretamente favorecendo ao trfico e ao consumo de drogas ilcitas

 MPPE quer vetar prévias nas ruas do Recife
MPPE quer vetar prévias nas ruas do Recife (Foto: Alexandro Auler/JC Imagem/AE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Raphael Coutinho_PE247 – O mês carnavalesco nem chegou mas alguns foliões recifenses já estão preocupados. O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação para os responsáveis pelas agremiações carnavalescas “Acorda pra Tomar Gagau”, “De Bar em Bar” e “Chocalho do Neno” não desfilem com seus blocos em via pública. A indicação do MPPE é que as essas prévias sejam realizadas em locais fechados. O órgão fiscalizador admite a realização desses eventos, nas ruas do Recife, desde que suas organizações demonstrem a capacidade de garantir, aos foliões, aspectos como mobilidade, acessibilidade segurança pública e de prevenção de diversos abusos relacionados a tais eventos.

O fato ganhou projeção nas redes sociais. Algumas pessoas já manifestaram contrárias à ação. Entre elas, o próprio secretário de Turismo do Recife, André Campos (PT). Em seu perfil do Twitter, o petista disse: “Carnaval é uma festa anárquica feita pelo povo e para o povo. Não dá para regulamentar demais. Como fazer desfile do galo em lugar fechado?”.

A recomendação foi expedida em conjunto por seis promotores de Justiça e ressalta que essas festividades estariam indiretamente favorecendo ao tráfico e ao consumo de drogas ilícitas por pessoas de diversas idades, a destruição do patrimônio público e privado, a poluição sonora e a prática de outros ilícitos penais com violência à pessoa, a exemplo de roubos e agressões físicas.

As recomendações valem para os três blocos que desfilam no Parnamirim, bairro nobre da cidade. O MPPE alega que a área é residencial e que atrapalha o sossego e a circulação dos moradores. Outro agravante é que a concentração desses blocos carnavalescos fica próximo ao Hospital Agamenon Magalhães, cujo acesso e indispensável sossego podem ser seriamente prejudicados pela folia em sua circunvizinhança.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email