CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

MTST ocupa prédio da Presidência em São Paulo

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam nesta tarde a entrada do prédio onde funciona o escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista, região central da capital; manifestantes protestam contra a suspensão de parte do programa Minha Casa, Minha Vida; "Nós vamos permanecer até retomar a contratação de todas as moradias", disse o coordenador do MTST, Guilherme Boulos; veja vídeo do momento da ocupação

Imagem Thumbnail
Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam nesta tarde a entrada do prédio onde funciona o escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista, região central da capital; manifestantes protestam contra a suspensão de parte do programa Minha Casa, Minha Vida; "Nós vamos permanecer até retomar a contratação de todas as moradias", disse o coordenador do MTST, Guilherme Boulos; veja vídeo do momento da ocupação (Foto: Aquiles Lins)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Da Agência Brasil - Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocuparam na tarde de hoje (1º) a entrada do prédio onde funciona o escritório da Presidência da República, na Avenida Paulista, região central da capital. Os manifestantes protestam contra a suspensão de parte do programa Minha Casa, Minha Vida.

O ato se concentrou no vão-livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) por volta das 14h10, a poucos quarteirões do escritório da Presidência. O protesto seguiu, então, pela avenida no sentido Rua da Consolação até o local.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, conclamou os participantes do protesto a acamparem no local. "Aqui nós vamos permanecer até retomar a contratação de todas as moradias", disse aos militantes que ocuparam todo o saguão do prédio, onde também funciona um centro administrativo do Banco do Brasil.

O Ministério das Cidades revogou, no dia 17 de maio, a portaria que habilitava a contratação de unidades habitacionais na modalidade entidades. Posteriormente, o ministério disse que a revogação da portaria era uma medida de cautela, pois as autorizações foram assinadas e publicadas nos últimos dias do governo anterior e sem os recursos necessários para o atendimento.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Residência de Temer

No último dia 22, em um protesto convocado pela Frente Povo Sem Medo, que reúne diversos movimentos sociais incluindo o MTST, manifestantes fizeram uma passeata até os arredores da casa do presidente em exercício, Michel Temer, em Pinheiros, zona oeste paulistana. Todos os acesso à praça onde fica a residência de Temer foram interditados pela Polícia Militar.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os militantes cercaram o local e montaram acampamento. No início da madrugada de segunda-feira (23), a Polícia Militar dispersou o grupo com bombas de gás e jatos de água.

Obras paradas

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Na manhã de hoje, em cerimônia de posse no Palácio do Planalto, o novo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, anunciou que quer retomar obras do programa Minha Casa, Minha Vida, paralisadas por falta de recursos. Segundo ele, na próxima semana haverá uma reunião da Caixa com representantes dos ministérios do Planejamento e das Cidades para tratar do programa e de outras obras que estão paradas.

Assista: 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO