Município gaúcho continua em situação de emergência

Atingido por fortes chuvas e granizo no fim do ano passado, o município de Santiago, no Rio Grande de Sul, teve a situação de emergência prorrogada pelo governo federal; a portaria do Ministério da Integração Nacional foi publicada no Diário Oficial da União; o prazo de vigência da situação de emergência foi estendido até 20 de abril de 2016  

Atingido por fortes chuvas e granizo no fim do ano passado, o município de Santiago, no Rio Grande de Sul, teve a situação de emergência prorrogada pelo governo federal; a portaria do Ministério da Integração Nacional foi publicada no Diário Oficial da União; o prazo de vigência da situação de emergência foi estendido até 20 de abril de 2016
 
Atingido por fortes chuvas e granizo no fim do ano passado, o município de Santiago, no Rio Grande de Sul, teve a situação de emergência prorrogada pelo governo federal; a portaria do Ministério da Integração Nacional foi publicada no Diário Oficial da União; o prazo de vigência da situação de emergência foi estendido até 20 de abril de 2016   (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

Atingido por fortes chuvas e granizo no fim do ano passado, o município de Santiago, no Rio Grande de Sul, teve a situação de emergência prorrogada pelo governo federal. A portaria do Ministério da Integração Nacional foi publicada hoje (26) no Diário Oficial da União. O prazo de vigência da situação de emergência foi estendido até 20 de abril de 2016.

O reconhecimento da situação de emergência ou do estado de calamidade pública pelo governo federal permite aos estados e municípios solicitar recursos da União para ações de socorro, assistência às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de danos causados por desastres naturais.

Ontem (25), o Ministério da Integração Nacional também reconheceu situação de emergência em dois municípios do Paraná e em 18 do Rio Grande do Sul. As causas do reconhecimento de situação de emergência são chuvas intensas, enxurradas, granizos e inundações.

No Paraná, as cidades de Rolândia e Tamarana entraram em estado de calamidade pública em razão de enxurradas.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247