'Murdoch não está apto para conduzir uma empresa de porte internacional'

Legisladores britnicos responsabilizaram o magnata pela cultura de grampos telefnicos que abalou seu imprio miditico News Corporation. O partido Conservador, de David Cameron, discordou da deciso

'Murdoch não está apto para conduzir uma empresa de porte internacional'
'Murdoch não está apto para conduzir uma empresa de porte internacional' (Foto: Olivia Harris/REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com agências internacionais - Parlamentares britânicos afirmaram nesta terça-feira que o magnata Rupert Murdoch não está apto para conduzir uma empresa de porte internacional. Os legisladores pedem ainda que ele seja responsabilizado pela cultura de grampos telefônicos que abalou seu império midiático News Corporation. As afirmações foram feitas em um relatório de um comitê parlamentar multipartidário, aprovado por seis votos contra quatro. As posições contrárias foram dadas por integrantes do Partido Conservador, o mesmo do premiê David Cameron.

O conservador Philip David, também membro da comissão, disse que os parlamentares não tinham “absolutamente nenhuma evidência” para chegar à conclusão “totalmente ridícula” sobre a falta de competência de Murdoch na chefia da News Corp. Mas o trabalhista Tom Watson afirmou que, “mais do que qualquer pessoa viva’, Murdoch é culpado pelo escândalo e o relatório tinha de deixar isso claro.

Os legisladores listaram falhas do chefe de 81 anos da corporação, de seu filho James e de uma empresa que dizem ter mostrado "cegueira voluntária" sobre a dimensão das escutas no extinto tabloide inglês News of the World. "O instinto deles durante esse tempo, até ser tarde demais, foi acobertar ao invés de procurar as infrações e disciplinar seus perpetradores," disseram os legisladores no relato de 85 páginas.

Cameron, que reconheceu que a elite política britânica passou anos sob o jugo dos Murdochs, enfrenta críticas na véspera de eleições locais nesta semana, segunda as quais é muito próximo do magnata da mídia.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247