Na ALE, Renan diz que ‘Alagoas do atraso ficou para trás’

Para prestar contas dos três anos de mandato, o governador Renan Filho (PMDB) foi à instalação da 4ª Sessão da 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) e deixou uma mensagem de otimismo ao apontar avanços da sua gestão na educação, segurança pública e infraestrutura; "Alagoas vive um novo momento. Fizemos o compromisso lá atrás e estamos entregando tudo. Empenhamos palavras, movimentamos a esperança do povo e nada mais justo do que voltar aqui na Assembleia, olhar para todos e dizer que estamos cumprindo cada ponto assumido. Viramos a página do passado e, de uma vez por todas, vamos colocar os pés no século XXI", disse o governador

Para prestar contas dos três anos de mandato, o governador Renan Filho (PMDB) foi à instalação da 4ª Sessão da 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) e deixou uma mensagem de otimismo ao apontar avanços da sua gestão na educação, segurança pública e infraestrutura; "Alagoas vive um novo momento. Fizemos o compromisso lá atrás e estamos entregando tudo. Empenhamos palavras, movimentamos a esperança do povo e nada mais justo do que voltar aqui na Assembleia, olhar para todos e dizer que estamos cumprindo cada ponto assumido. Viramos a página do passado e, de uma vez por todas, vamos colocar os pés no século XXI", disse o governador
Para prestar contas dos três anos de mandato, o governador Renan Filho (PMDB) foi à instalação da 4ª Sessão da 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) e deixou uma mensagem de otimismo ao apontar avanços da sua gestão na educação, segurança pública e infraestrutura; "Alagoas vive um novo momento. Fizemos o compromisso lá atrás e estamos entregando tudo. Empenhamos palavras, movimentamos a esperança do povo e nada mais justo do que voltar aqui na Assembleia, olhar para todos e dizer que estamos cumprindo cada ponto assumido. Viramos a página do passado e, de uma vez por todas, vamos colocar os pés no século XXI", disse o governador (Foto: Voney Malta)

Por Jonathas Maresia e Niviane Rodrigues/Gazetaweb.com - O governador Renan Filho (PMDB) foi à instalação da 4ª Sessão da 18ª Legislatura da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), na tarde desta quinta-feira (15), para prestar conta dos três anos de mandato e, segundo ele, deixar uma mensagem de otimismo para os alagoanos no ano de 2018. Ele defendeu a integração entre os Poderes pelo bem do estado. 

O chefe do Poder Executivo apontou avanços ao longo dos três anos e dois meses da sua gestão na educação, segurança pública e infraestrutura, decretando que Alagoas "finalmente virou uma página, deixando o passado de atraso para trás". As falas foram acompanhadas pelos parlamentares da Casa de Tavares Bastos, além de representantes dos demais Poderes. 

Ao longo do seu discurso na Assembleia, o governador apontou que "Alagoas vive um novo momento" e tudo o que foi feito é resultado do compromisso assumido na campanha de 2014. "Fizemos o compromisso lá atrás e estamos entregando tudo. Empenhamos palavras, movimentamos a esperança do povo e nada mais justo do que voltar aqui na Assembleia, olhar para todos e dizer que estamos cumprindo cada ponto assumido. Viramos a página do passado e, de uma vez por todas, vamos colocar os pés no século XXI", sentenciou o medebista. 

Na mensagem governamental, Renan Filho exaltou o esforço que sua gestão fez para garantir um Estado enxuto, com a folha de pagamento em dia e, mesmo com a crise financeira que o país passa, realizando investimento na segurança pública, na saúde e na infraestrutura. Renan ressaltou, em seu discurso, que a saúde era duramente criticada pelos alagoanos, mas, com os investimentos realizados ao longo dos últimos anos, passou por uma transformação, com construção de hospitais, de Unidades de Pronto Atendimento (UPA), além da valorização do servidor público. Ele prometeu a construção de UPAs nos bairros dos Tabuleiro e Jacintinho. 

"Há mais de 50 anos, um hospital público não era construído na capital. Nós mudamos isso. Estamos construindo os hospitais da Mulher e o Metropolitano. Serão milhares de servidores trabalhando para garantir um atendimento de qualidade à população. Certamente, a qualidade vai superar um atendimento dado na esfera privada. Estamos trabalhando para isso", frisou, acrescentando que antes do seu governo os gestores promoviam apenas puxadinhos. "Eles viam um espaço vago no Hospital Geral do Estado e faziam uma obra, uma mudança ou outra. Nós promovemos o planejamento de todas as ações", expressou o governador. 

Na segurança pública, Renan Filho lembrou que, ao assumir o governo em 2015, encontrou o estado com altos índices de violência, sendo um dos maiores do Brasil, sobretudo, os crimes de homicídios. Segundo ele, sua gestão tomou pé da situação investindo em inteligência, contratando policial e realizando um planejamento de combate ao crime diferenciado para cada localidade de Alagoas. O governador assegurou que, até o final de 2018, haverá 25 Centros Integrados de Polícia, levando a segurança integrada para cerca de um milhão de alagoanos no interior de Alagoas. 

"Não se faz segurança pública criando secretaria, pasta. Faz-se segurança com planejamento, vontade política e investimentos. Isso nós fizemos e os resultados estão aí. Aqui, em Alagoas, nos três anos e dois meses, já implantamos uma série de programas e novidades que mudaram o cenário da violência. Realizamos concursos, convocamos a reserva técnica, entre outros. É um novo momento. Antes do meu governo, não se tinha dinheiro para pintar uma delegacia ou batalhão. A Alagoas do abandono ficou para trás. Hoje, estamos em um novo momento", colocou, ressaltando que "mais segurança resulta em mais turismo por todas as regiões do estado".

Solidez fiscal e educação como prioridades

Em seu discurso de quase uma hora, Renan reforçou que Alagoas é o segundo estado do país em solidez fiscal - apontado em levantamento desenvolvido pela Standard & Poor's. O chefe do Poder Executivo apontou que conseguiu esse quadro após muito esforço. "O endividamento nos deixava de joelhos, sem fôlego para realizar investimentos com recursos próprios. Mudamos isso. Hoje, mesmo com a queda drástica dos repasses federais, Alagoas consegue investir, mudar a vida da população. Estamos duplicando estradas, construindo adutoras, levando uma nova realidade para aqueles que não tinham acesso a uma vida de qualidade", expôs. 

Para Renan Filho, a realidade na área da educação mudou desde que sua gestão teve início há três anos. Segundo ele, os números mostram que a educação passa por uma verdadeira transformação, seja com a reforma de escolas, construção de unidade em regime integral, além de novos ginásios. "Até o final de 2018, serão 100 ginásios. Antes, havia 32. Já construímos 65. Ou seja, os gestores que passaram não acreditavam na associação do esporte com educação. Estou muito animado com os números", pontuou. 

"A educação em Alagoas vive um novo clima. Acredito que a única maneira de o nosso estado crescer é transformando a edução numa média nacional, em padrão de outras escolas do Brasil. Eu estou muito otimista com o Ideb deste ano. Podemos, inclusive, surpreender o Brasil, como fizemos em outras áreas. Estamos fortalecendo cada vez mais a educação", expressou, finalizando o discurso ao apontar que, caso a retomada do crescimento da economia seja confirmada em 2018, Alagoas está pronta para receber investimentos e crescer ainda mais.

"Esta é uma mensagem de otimismo. Como a literatura antiga diz, depois da chuva, vem o céu aberto. Eu espero o céu aberto com a volta do crescimento econômico. Porque se vier, estamos prontos para seguir crescendo em todas as áreas", ressalto

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247